Mais três ruas serão pavimentadas no Arroio

Ordem de serviço foi entregue na tarde desta quarta-feira (19). Obras serão realizadas com emenda de R$300 mil do deputado Nazareno Martins


- PUBLICIDADE -

A Administração Municipal de Balneário Arroio do Silva realizou nesta quarta-feira (19) a entrega da ordem de serviço para execução da obra de pavimentação com lajotas de três ruas: Manoel Dário Custódio; Marinho Miguel de Souza; e Edevir Manfredini.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A obra foi licitada no valor de R$329.188,02, sendo R$300 mil de emenda do deputado estadual Nazareno Martins.

Para representar o deputado, o ex-prefeito de Palhoça, Camilo Martins, marcou presença na entrega da ordem de serviço. Ele esteve acompanhado dos assessores Mauricio Corrêa e Allan Pyetro. A assinatura e entrega foi realizada pelo prefeito Evandro Scaini. O presidente da Câmara de Vereadores, Vanderlei de Souza (Lei), e os vereadores Maria Alice Luciano, Alan da Silva, Pedro Coelho também marcaram presença.

A empresa que vai executar a obra é J. de Souza Lourenço.

Obras em mais de dez ruas da cidade

Além da ordem de serviço assinada hoje, mais duas ordens foram entregues na semana anterior – que tiveram contribuição dos deputados Rodrigo Minotto e Julio Garcia.

As ordens de serviço que já foram assinadas garantem pavimentação com lajotas em trechos de 15 ruas, sendo elas: Araranguá, Criciúma, Fortaleza, Gonçalves Tertuliano Pereira, Erechim; Eloi Pedro Januário; Manoel F. Cândido; Timbé do Sul; Rodolfo Michels; Jofre A. da Conceição; Durval de Oliveira; Fortaleza; Manoel Dário Custódio; Marinho Miguel de Souza; e Edevir Manfredini.

Mais ordens de serviço serão entregues nos próximos dias, contemplando mais ruas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.