Garopaba: Mulher aciona botão do pânico; ex vai preso com faca e seringa

Suspeito foi conduzido para o Presídio de Imbituba após descumprir novamente medida protetiva

Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

- PUBLICIDADE -

Após ser ameaçada novamente pelo ex-companheiro, uma mulher, de 39 anos, acionou o botão do pânico, chamou a Polícia Militar e o suspeito foi preso em flagrante em Garopaba, no Sul catarinense. O caso aconteceu nessa terça-feira, 16.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Segundo a delegada Gabriela Tissot, o homem, de 31 anos, portava uma faca e uma seringa, quando foi abordado pela Polícia Militar e Civil. Ele também estava próximo à residência da vítima, que havia medidas protetivas contra o suspeito.

Conforme a delegada, a mulher já havia relatado outros descumprimentos de ordem judicial cometidos pelo ex-companheiro. Inclusive, no dia do ocorrido esteve na delegacia junto com outras testemunhas.

“Logo após prestar depoimento, ela foi levada em casa pela Polícia Civil e, em seguida, cerca de 30 minutos depois acionou o botão do pânico”, informou Gabriela. O suspeito, então, foi preso e conduzido para o Presídio de Imbituba.

Substância da seringa

Segundo a delegada, ainda não há confirmação sobre a substância que havia dentro da seringa, porque depende de análise pericial. “Mas a vítima informou que seria remédio para cavalo e que o suspeito a ameaçava com tal substância ora sob a ameaça de injetar nela, ora sob a ameaça de injetar em si mesmo e praticar o suicídio”, contou Gabriela.

Botão do Pânico

O Botão do Pânico é uma das ferramentas que estão presentes no aplicativo PMSC Cidadão, o aplicativo oficial da Polícia Militar de Santa Catarina.

Ele é destinado às mulheres que foram vítimas de violência doméstica, que possuem medida protetiva ativa e estão cadastradas no programa Rede Catarina de Proteção à Mulher, da PMSC.

Para estas mulheres, o Botão do Pânico está presente na tela inicial do aplicativo e basta um clique para que a Polícia Militar seja acionada e uma guarnição seja encaminhada para o socorro.

*Via ND+
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.