Desassoreamento do Rio Sangão é iniciado

Limpeza, que começou nesta terça-feira, 28, é necessária para retirada de lixos trazidos pelas chuvas que atingiram três cidades da região nos últimos meses

Foto: Nilton Alves/TN

- PUBLICIDADE -

Maíra Rabassa
Criciúma

Depois das chuvas dos últimos meses que complicaram a vida de muitos moradores da região, começou ontem o desassoreamento do Rio Sangão para a retirada de entulhos do leito do rio. A limpeza agora é na parte da comunidade Vila Francesa em Criciúma. Atuam nos serviços nessa primeira etapa a Secretaria de Obras, Defesa Civil e Meio Ambiente.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Um quilômetro
São três municípios com seis bairros afetados com as enchentes: Criciúma (Sangão), Forquilhinha (Cidade Alta, Ouro Negro e Nova Iorque) e Maracajá (Sangão Madalena e Centro). Os prefeitos dessas cidades estiveram reunidos e definiram a necessidade da limpeza para tentar evitar futuras inundações.

De acordo com Fred Gomes, diretor da Defesa Civil de Criciúma, a primeira parte da obra vai contar com a limpeza de um quilômetro do rio, o equivalente a uma semana de trabalhos. Ao todo serão sete quilômetros a serem limpos na parte de criciumense. “O bairro Imperatriz já passou pelo desassoreamento. Vamos ver os próximos gargalos conforme os estudos que fizemos com drones e com exploração por bote dentro do rio. As pessoas jogam muito lixo no rio, desde restos de carros a geladeiras”, conclui o diretor da Defesa Civil.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.