20.1 C
Criciúma
quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Bebida alcoólica adulterada mata 38 pessoas na Índia

Ao menos 38 pessoas morreram e mais de 51 tiveram que ser internadas no hospital após ingerirem bebidas alcoólicas adulteradas no Oeste da Índia, segundo o jornal The Times of India.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

O incidente aconteceu em Ahmedabad e Botad, no estado indiano de Gujarat, onde o fabrico, venda e consumo de bebidas alcoólicas estão proibidas.

Segundo a agência Lusa, as autoridades ainda não identificaram o produto que foi utilizado para adulterar a bebida.

A agência de notícias indiana Press Trust informou que a polícia já deteve vários suspeitos de contrabando, envolvidos na venda do álcool adulterado.

As vítimas seriam, em sua maioria, trabalhadores agrícolas. A polícia local formou cerca de cem equipes para descobrir outras pessoas doentes e para serem submetidas a tratamentos adequados.

As mortes por ingestão de álcool produzido ilegalmente são comuns na Índia. A bebida ilegal é barata e é muitas vezes adulterada com produtos químicos como pesticidas.

O álcool ilegal tornou-se uma indústria lucrativa em toda a Índia, onde os contrabandistas não pagam impostos e vendem grandes quantidades do produto à população mais desfavorecida a preços baixos.

Em 2020, pelo menos 120 pessoas morreram depois de terem bebido bebidas alcoólicas contaminadas no estado do Punjab, do norte da Índia.

*Via ND+

Últimas