14.3 C
Criciúma
quarta-feira, julho 17, 2024

Importante médico cirurgião Dr. Marcos Ghizoni morre em Tubarão

Ghizoni, internado desde semana passada, teve sua morte lamentada e feitos lembrados por diversas unidades de saúde

Aos 78 anos, o médico cirurgião Dr. Marcos Flávio Ghizoni faleceu na luta contra um câncer de intestino, nesta terça-feira, dia 9. Natural de Urubici, Marcos atuava na Unimed de Tubarão como um profissional renomado e reconhecido internacionalmente. Ele estava internado desde semana passada no hospital Unimed.

Para o presidente da cooperativa, Nei Bianchini, Ghizoni sempre foi um ser humano fantástico que dedicou sua vida inteira à medicina. “Ele sempre tratava a todos os seus pacientes da mesma maneira, independentemente de qual fosse a situação”. Em suas redes sociais, a Unimed divulgou uma nota de falecimento em respeito ao Dr. Marcos:

Nota de falecimento publicada pela redes sociais da Unimed de Tubarão/@unimedtb via IG

A cidade de Tubarão também homenageou o profissional relembrando um feito notável de sua carreira. Em 2015, Ghizoni liderou uma cirurgia inovadora em que um paciente tocou violão enquanto era operado para remover um tumor cerebral. A técnica utilizada visava preservar áreas vitais do cérebro, com o uso de medicações intravenosas para controlar a dor, aproveitando a insensibilidade do tecido cerebral. Durante o procedimento, o paciente colaborou alertando a equipe sobre sensações em seu corpo.

O Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) divulgou um comunicado lamentando profundamente o falecimento de Marcos Ghizoni, que fazia parte do seu corpo clínico desde 1979. Na nota, a instituição expressa suas condolências aos familiares e amigos pela perda:

Cerimônias de despedida

O corpo de Ghizoni será cremado e a cerimônia fúnebre terá início às 19h30 de terça-feira, dia 9, no Crematório e Memorial São Mateus, em Capivari de Baixo. A cerimônia de homenagens ocorrerá às 10:30h desta quarta-feira, dia 10, no mesmo local, que fica na Rua Leonete Frontina Alves, no Bairro Ilhotinha.

Últimas