16.8 C
Criciúma
domingo, dezembro 10, 2023

Apagão SP: Ministério Público vai investigar possível omissão da Enel

Segundo a concessionária, até a tarde desta segunda-feira, pelo menos 400 mil moradores ainda estavam sem energia elétrica

O Ministério Público de São Paulo vai investigar a concessionária Enel por possível omissão no restabelecimento de energia dos moradores da capital e da região metropolitana de São Paulo desde o forte temporal da última sexta-feira (3). 

A informação foi confirmada pelo R7, nesta segunda-feira (6), pelo promotor de Justiça Silvio Marques, da Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Capital.

O órgão vai investigar quais os motivos que levaram tantos consumidores a ficarem sem energia elétrica e a quantidade de funcionários que a empresa — que atende 24 municípios no estado de São Paulo — tem para demandas urgentes. 

Segundo a Enel, até a tarde desta segunda-feira, pelo menos 400 mil consumidores continuam sofrendo com a falta de energia. A empresa prometeu que a situação deve ser normalizada completamente até esta terça-feira (7).

“A gente tem que chamar essas empresas para pensar o seguinte: que medidas nós vamos tomar de curto e médio prazo?”, disse. O governador citou que algumas localidades estão completando hoje 72 horas sem energia.

Confira o posicionamento da Enel na íntegra:

A Enel Distribuição São Paulo informa que restabeleceu a energia para 83% dos clientes que tiveram o fornecimento impactado após o vendaval da última sexta-feira. Até o momento, cerca de 1,7 milhão de clientes tiveram o serviço normalizado, de um total de 2,1 milhões afetados na última sexta-feira. O vendaval que atingiu a área de concessão no dia 3 de novembro foi o mais forte dos últimos anos e provocou danos severos na rede de distribuição.

Os profissionais da companhia seguem trabalhando 24 horas por dia para agilizar os atendimentos e normalizar o fornecimento para quase a totalidade dos clientes até esta terça-feira (7/11), conforme anunciado em reunião com o prefeito de São Paulo. Devido à complexidade do trabalho para reconstrução da rede atingida por queda de árvores de grande porte e galhos, a recuperação ocorre de forma gradual. Em atuação conjunta com Corpo de Bombeiros, prefeitura e outras autoridades, a companhia tem priorizado os casos mais críticos, como serviços essenciais.

A Enel São Paulo seguirá com a mobilização total dos profissionais e o reforço em várias frentes, como call center e operação de campo. A companhia orienta os clientes a acessarem os canais digitais da companhia para abrir chamado de falta de luz, por meio do app Enel São Paulo e da agência virtual, no site www.enel.com.br.

*Via Portal R7

Últimas