Turismo forte em Araranguá: cidade investe no crescimento

Mirante e deck na praia do Morro dos Conventos estão entre as principais apostas do governo municipal; cidade tem o segundo maior rio que muda de cor no mundo

Foto: Nilton Alves/TN

- PUBLICIDADE -

Thais Borges/Especial Tribuna de Notícias
Araranguá

Há quem saiba que o município de Araranguá tem o segundo maior rio que muda de cor no mundo: o Rio Araranguá. Para quem não sabe, o fato é uma novidade e, esse é o objetivo do governo da cidade: fazer com que os recursos naturais, além de outros investimentos de infraestrutura, sejam reconhecidos e visitados pelas regiões próximas e de fora do Estado ou, quem sabe, até do exterior.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Pontos Turísticos

Entre os destinos turísticos, o diretor de Turismo, Antenor da Silva, destaca o Rio Araranguá. A comunidade Barranca também pode ser visitada. Lá é onde estão os resquícios históricos da ferrovia Tereza Cristina que ia até a estação da localidade.

As dunas e o paredão do Morro dos Conventos são uma atração conhecida e cartão-postal. A praia do Paiquerê, segundo Silva, também é uma escolha interessante para o turismo. O Balneário Ilhas, reconhecido pela tradição açoriana e o encontro do rio com o mar na Barra do Rio, são recomendações de visitas. “A nossa intenção é transformar Araranguá novamente em um polo turístico do Vale do Araranguá”, defende.

Mirante e deck

O Morro dos Conventos é o destino certo para quem gosta de praia e ambiente marítimo, além de poder prestigiar um farol no local. No topo do paredão, uma obra para a construção de um mirante aprimorado para receber visitantes com segurança será realizada.

O projeto já tinha sido apresentado em 2020, mas a Marinha não o aprovou porque não tinha sido notificada. Com isso, o estado de Santa Catarina não repassou o recurso que estava previsto. Depois disso, em 2021, foi iniciado um processo de readequação do projeto. “Hoje ele comporta apenas o mirante e passarelas de até 70 centímetros. Teremos passarelas que irão até um certo ponto para que as pessoas tenham a visibilidade de toda orla marítima, as dunas e as belezas naturais do morro”, afirma Antenor da Silva.

A preservação do meio ambiente no projeto é um enfoque da gestão municipal. “Fazer turismo, pensando sempre na sustentabilidade, vai contribuir muito. Hoje o farol já traz as pessoas lá, porém, com o mirante, ele vai trazer muito mais”, alega. O secretário de obras, Cristiano Coral, conta que quando o processo de licitação for concluído, a previsão é que a obra seja entregue em até seis meses. “A gente vai fazer uma pavimentação dos passeios, porque hoje não tem passeio que liga o Morro dos Conventos com o farol. As pessoas que sobem a pé sobem pela rua. Então a gente vai pavimentar desde de baixo até lá em cima, no farol”, confirma.

Um deck será construído na região da praia do morro. “Quando estiver pronto, as pessoas vão poder conseguir olhar todo o paredão do belíssimo morro e curtir o pôr do sol, fazer um lanche, curtir com os amigos, bater papo”, prevê. Essa construção deve ficar pronta em até 60 dias.

Reconhecimento

Agora, a cidade foi reconhecida e está no mapa nacional de turismo brasileiro do Ministério do Turismo. Cidades que conseguem esse ganho podem elaborar projetos e conseguir um recurso de até R$ 500 mil do Governo Federal para financiá-los.

Choque

De 2021 até o momento, o turismo de Araranguá teve o que o diretor chama de ‘um choque’. Ele explica o motivo: “Porque nós reativamos o Conselho de Turismo, que não estava funcionando há 17 anos. Fizemos a chamada do trade turístico: hotéis, pousadas, restaurantes, bares.

Com a reativação do conselho e reuniões assessoradas pelo Senac, um Plano Estratégico das Ações do Desenvolvimento do Turismo de Araranguá 2021/2025 foi elaborado. “Com isso, nós conseguimos recolocar Araranguá no mapa do turismo brasileiro e subimos para a categoria C. Estamos colhendo os frutos desse trabalho”, completa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.