Funcionários estão trabalhando excessivamente, afirma Sindisaúde

De acordo com Fábio Camilo, cada pessoa responsável cuidava de três crianças, mas agora cuida de cinco; falta de climatização também é uma reivindicação


- PUBLICIDADE -

Thais Borges/Especial Portal TN Sul
Criciúma

O Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde (Sindisaúde) está protestando na manhã desta terça-feira, 22, na frente do Hospital Materno Infantil Santa Catarina, devido a reclamação de funcionários que tiveram suas férias canceladas, além de estarem trabalhando em excesso. A falta de trabalhadores também é um dos motivos do protesto.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Segundo o vice-presidente do Sindisaúde, Fábio Camilo, setores do hospital estão com alta demanda e poucos funcionários. “Uma das reivindicações aqui é a falta de trabalhadores. Eles estão fazendo horários em excesso e não estão cumprindo com o número de funcionários adequados com a demanda”, confirma Camilo.

O vice-presidente afirma que durante o período da noite, há apenas uma higienizadora no hospital. Já durante o dia, são duas pessoas. Além disso, de acordo com Camilo, quando cada pessoa responsável cuidava de três crianças, agora cuida de cinco. “Falta técnico de enfermagem também na UTI e em vários setores”, alega.

Falta de climatização

A falta de climatização está causando desconforto nos funcionários e inclusive nos familiares que usam espaço. “Os pais tem até que trazer ventilador de casa para ter um ambiente agradável”, afirma Camilo.

Férias canceladas

Férias de funcionários que já tinham sido assinadas ou programadas e depois foram prorrogadas. “A própria empresa disse que não iriam pegar mais férias”, destaca.

Faz um ano que o Sindisaúde tem procurado resolver esses problemas. Conforme Fábio Camilo afirma, vários ofícios foram encaminhados com os pedidos de atenção. “Eles não retornam. No início da pandemia o presidente teve uma conversa com eles, mas até o momento, nada foi resolvido”.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.