Nacional:Cobertura vacinal infantil em SC registra queda e acende alerta

Ao menos dez vacinas que compõem o calendário básico apresentaram redução na cobertura em crianças de até um ano, entre 2016 e 2021

Foto: Daniel Queiroz/Arquivo/ND

- PUBLICIDADE -

A cobertura vacinal infantil em Santa Catarina registrou queda nos últimos seis anos. Nota informativa produzida pela Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) mostra que ao menos dez vacinas que compõem o calendário básico apresentaram redução na cobertura de imunização em crianças de até um ano, entre 2016 e 2021.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O documento divulgado no dia 9 de fevereiro recomenda que Secretarias Municipais de Saúde e estabelecimentos de ensino públicos e privados promovam ações a fim de melhorar as coberturas vacinais das crianças e adolescentes.

Entre as vacinas que apresentaram queda na cobertura está a BCG, poliomielite, rotavírus, tríplice viral e pentavalente.

Os dados que compõem a tabela da Dive/SC foram obtidos através dos sistemas oficiais do Ministério da Saúde, que são abastecidos pelos municípios.

A BCG, que protege contra a tuberculose e é aplicada no bebê ainda na maternidade, registrava 97% de cobertura vacinal em 2016. No último ano, a porcentagem caiu para 62%.

A vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola, registrou uma cobertura vacinal de 96% em 2019. No entanto, nos anos seguintes, houve queda: a cobertura ficou em 86% em 2020; e 80% em 2021.

“Nos últimos anos, temos observado essa queda na vacinação, que nos preocupa muito. Com relação ao sarampo, o último caso registrado no Estado tinha sido em 2013, de um paciente com histórico de viagem internacional, mas entre 2019 e 2020 tivemos um surto da doença, com 409 casos, o que nos mostrou que a nossa população não estava devidamente imunizada, permitindo a circulação do vírus”, explica a gerente de doenças infecciosas agudas e imunização da Dive/SC, Arieli Schiessl Fialho.

*Via ND+

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.