Arroio do Silva: alerta para consumo de mariscos por excesso de toxinas

Os sintomas de contaminação são diarreia, náuseas, vômitos, dores abdominais e até perda de sensibilidade

Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

- PUBLICIDADE -

O município de Balneário Arroio do Silva divulgou um alerta pedindo que os banhistas não consumam mariscos regirados do mar, após a CIDASC confirmar a detecção de uma toxina diarreica nos moluscos.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Segundo o secretário de Saúde do município, Rogério Ferreira da Costa Júnior, na semana passada, alguns pacientes que ingeriram mariscos procuraram os postos de saúde relatando problemas gastrointestinais.

De acordo com a nota técnica do Governo do Estado, da Secretaria da Saúde e da CIDASC, as pessoas devem evitar o consumo de mariscos da beira da praia. A toxina é produzida por uma alga que contamina principalmente moluscos com duas conchas, elas são produzidas por um reduzido número de espécies de microalgas e trazidas pela maré vermelha, que ocorre apenas em condições específicas do meio ambiente.

Os sintomas de contaminação são diarreia, náuseas, vômitos, dores abdominais e até perda de sensibilidade em extremidades do corpo, podendo levar até a óbito em casos extremos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.