Criciúma: Projeto ajuda crianças e pessoas em vulnerabilidade social

A ação do Anjos da Vida acontece no centro do município, e conta com nove voluntários que vão para as ruas pedir doações

Voluntários mostram as fotos e atestados das crianças em busca de ajuda Foto: Ulisses
- PUBLICIDADE -

Sandy Brasil

Há 9 meses, Ana Sarita Anselmo Goulart decidiu criar o projeto Anjos da Vida. Na ação que acontece no centro de Criciúma, os voluntários vão às ruas com placas que contém fotos e atestados médicos de crianças com deficiências ou de famílias em situação de vulnerabilidade. Nos degraus das escadas do túnel, na Praça Nereu Ramos e até mesmo perto dos bancos, as pessoas envolvidas no projeto ficam pedindo moedas, ou doações para ajudar quem precisa.

- PUBLICIDADE -

Ajudar o próximo é o principal objetivo da iniciativa. “No mundo em que estamos vivendo, há muitas pessoas olhando apenas para si, e se esquecendo do próximo, que também precisa de ajuda”, destaca a líder do projeto.

O Anjos da Vida é formado por um grupo de voluntários. “Atualmente somos nove pessoas, todos voluntários, vamos para as ruas com placas e pedimos ajuda para as crianças ou famílias necessitadas”, falou a líder.

O grupo de voluntários na rua traz esperança para as famílias. “Muitas crianças têm uma deficiência que tem cura, mas o tratamento é muito caro e os familiares não conseguem fazer esse investimento, mas com os voluntários o valor do tratamento pode ser alcançado”, relatou Ana.

A ação também favorece famílias em vulnerabilidade social. “Além de dinheiro também arrecadamos fraldas, leite e comida para ajudar as famílias de baixa renda”, disse a líder.

Para as famílias que querem se inscrever no projeto, basta entrar em contato com a Ana. “(48) 9.820-0790 é meu número de telefone, marcamos uma visita, verifico as condições da pessoa. Algumas famílias pedem o valor total do tratamento, algumas pedem ajudas para os gastos mensais, para a família pedimos a foto e cópia do atestado médico e vamos para as ruas, até conseguirmos os valores ou arrecadar os alimentos e fraldas”, informou Ana.

Para ajudar

As voluntárias do projeto Anjos da vida, estão no centro de Criciúma. Na Praça Nereu Ramos, na saída do túnel e na Rua Santo Antônio são os lugares onde elas ficam pedindo ajuda e com elas podem ser feitas as doações.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.