Com famílias desalojadas, cidade de SC tem alerta máximo de deslizamento

Municípios da Grande Florianópolis ultrapassaram o volume de chuva esperado para outubro em apenas dois dias

Foto: Paulo Mueller/NDTV

- PUBLICIDADE -

Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis, tem alerta máximo para deslizamentos na nesta quarta-feira (13). Com três famílias desalojadas, o município decretou situação de emergência.

A situação mais crítica de alagamentos ocorre nos bairros Sul do Rio Cubatão e Braço São João, diz o coordenador da Defesa Civil da cidade, Adriano Medeiros Caldas. Já o risco de deslizamentos é maior nos bairros Sertão e Fabrício.

- PUBLICIDADE -

Nos últimos dois dias choveu mais do que o esperado para o mês de outubro nos municípios de Santo Amaro da Imperatriz, Palhoça e São José, na Grande Florianópolis, de acordo com o meteorologista da Defesa Civil estadual, Murilo Fretta. O mesmo ocorreu em Guabiruba, no Vale do Itajaí.

Conforme o Atlas Climatológico de Santa Catarina, costuma chover entre 130 a 150 mm na Grande Florianópolis. Mas nas últimas 48 horas — até as 7h30 desta quarta-feira (13) — choveu 237 mm em Santo Amaro da Imperatriz e 216 mm em Palhoça.

Em Guabiruba e São José os acumulados de chuva também excederam um pouco o esperado para todo mês, com precipitação de 161 mm e 153 mm, respectivamente, nos últimos dois dias.

Balanço das chuvas das últimas 24 horas – Foto: Defesa Civil/Divulgação/ND

Ao longo da semana a chuva persiste em Santa Catarina devido à atuação de uma área de baixa pressão, a partir da noite desta quarta e durante a quinta (14). Uma frente fria também deve se aproximar nesta sexta-feira (15). Assim, os acumulados de chuva tendem a aumentar, segundo o meteorologista da Defesa Civil estadual, Victor Meireles.

Rios transbordaram

Um dos pontos críticos de Santo Amaro está na região da divisa com  Palhoça. “Uma árvore caiu na pista na BR-282 por volta das 16h20 de terça, estamos retirando ela, acredito que leve ao menos uma hora”, explicou Caldas.

Rios transbordaram em Santo Amaro da Imperatriz devido às chuvas – Foto: Paulo Mueller/NDTV
O Rio Cubatão, que atravessa os dois municípios, apresentou uma grande vazão e um nível elevado da água, chegando a transbordar próximo a BR-282. O rio da Vargem do Braço também teve nível acima do normal e transbordou próximo à região da Cascata Cobrinha de Ouro, no bairro Braço São João.

Estragos em Palhoça

Em Palhoça, 10 bairros foram atingidos pelas chuvas fortes e 27 ruas ficaram alagadas. Porém, no início da manhã desta quarta-feira (13), a água já havia escoado. O município decretou situação de emergência nesta terça (12).

Na manhã desta quarta, a Defesa Civil estadual segue realizando manutenções por conta dos estragos das chuvas. Há riscos pontuais de deslizamentos próximo a algumas casas, especialmente no bairro Bela Vista.

Ponte na estrada do Albardão, em Palhoça, é consertada após ser danificadas pelas chuvas – Foto: Defesa Civil de Palhoça/Divulgação/ND

A Defesa Civil municipal afirmou, ainda, que a ponte na estrada do Albardão, que havia sido danificada foi consertada nesta quarta. As chuvas que atingiram Palhoça somaram o maior acúmulo registrado pelo órgão municipal em pelo menos 10 anos. Mesmo assim, não houve desabrigados nem desalojados.

Em Florianópolis não há riscos de deslizamentos, segundo a Defesa Civil da Capital.

Previsão do tempo em SC para quinta-feira (14)

A quinta-feira (14) será de instabilidade em Santa Catarina. Entre a madrugada e a manhã, a chuva que ocorre no Oeste se espalha para o Centro-Leste.

Em alguns momentos, os temporais serão isolados e com trovoadas, conforme a Defesa Civil. Há chance de chuva intensa em um curso espaço de tempo, com risco baixo a moderado para ocorrências entre o Oeste e Planaltos.

O amanhecer será de temperaturas entre 11°C e 15°C no Planalto Sul e Meio Oeste, e 15°C e 18°C nas demais regiões. À tarde o sol retorna ao Oeste e as máximas chegam a 32°C. No Litoral Sul, a máxima chega a 30°C e varia de 23°C a 29°C nas demais áreas.

Via ND Mais
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.