Tigre faz confronto direto para encaminhar a vaga

Diante do Novorizontino, na sexta-feira, a partir das 20 horas, fora de casa, uma vitória deixará o Criciúma muito perto de confirmar a classificação para a próxima etapa da Série C. Como de costume, time será confirmado apenas uma hora antes do jogo


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Novo Horizonte/SP

- PUBLICIDADE -

Já é habitual ouvir dos dirigentes, integrantes da comissão técnica e jogadores do Criciúma que o próximo jogo é uma decisão. Porém, nesta sexta-feira, a partir das 20 horas, fora de casa, o time treinado por Paulo Baier pode, de fato, encaminhar a classificação para a próxima fase da Série C. Caso vença o Novorizontino, o Tricolor Carvoeiro permanecerá na liderança do grupo B e pode abrir até 10 pontos de diferença para o quinto colocado. Desta forma, o jogo é, sim, uma final.

Baier acredita que, caso conquiste os três pontos, o Criciúma estará com a vaga praticamente garantida. “Daí, sim. Acredito que sim. É um confronto direto, um time que estamos dois pontos na frente. É um jogo decisivo para eles. Então, precisamos ter muita atenção. Procurar, dentro da nossa estratégia, fazer um bom jogo e vencer”, diz.

Porém, o treinador faz questão de destacar que, se não vencer, o Tricolor Carvoeiro deve buscar pontuar no interior paulista. “Se não der para ganhar, não perder é importante. Essa é a estratégia. Fazer um bom jogo e acredito que a gente faça uma grande partida. O campo é bom, o nosso ambiente é bom, então, tem tudo para que a gente faça uma grande partida”, pontua o treinador.

Após vencer as últimas três partidas seguidas, a confiança está em alta junto ao elenco carvoeiro. “O grupo, em geral, está confiante, fazendo bons jogos e conseguindo os resultados. É isso que importa. É mais um jogo difícil, temos que manter a concentração para fazer mais um jogo bom”, pontua Baier.

Treinador não confirma o time titular

Como já se tornou um praxe, o técnico do Criciúma não antecipa o time que começará o jogo. Porém, é quase certo que ele adotará uma estratégia parecida com o jogo diante do Ypiranga, em Erechim. O time deve ser mais cuidadoso na marcação. “Pode ser que sim. Pode ser também que a gente possa usar mais um meia: tem o Dudu (Figueiredo), Maranhão e Fellipe (Mateus). Então, a gente está estudando e vendo a melhor possibilidade”, desconversa Baier.

O certo é que o atacante Hygor está fora do jogo. Ele se recupera de lesão e nem viajou para Novo Horizonte. “O Hygor ficou em Criciúma, está machucado. Em relação ao Fellipe Mateus e ao Maranhão, a gente está estudando a possibilidade. Por enquanto, o Maranhão vem jogando, o Fellipe (Mateus) ficou muito tempo parado, 15 dias, e está recuperando a parte física, mas a gente conta com ele também”, ressalta.

A entrada de Jessé, assim como foi diante do Ypiranga, também é ventilada. “Pode ser que sim. Mas estamos vendo. Tem essa possibilidade ou então jogar com três volantes ou três meias. Estamos analisando bem isso”, frisa Baier.

Campeonato Brasileiro – Série C – 14ª Rodada

Sexta-feira (27/08) – 20 horas – estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP)

NOVORIZONTINO

Lucas Pereira; Lucas Mendes, Edson Silva, Bruno Aguiar e Reverson; Adenilson (Douglas Baggio), Willean Lepo, Anderson Rosa e Cléo Silva; Danielzinho e Michel Douglas (Guilherme Queiroz). Técnico: Léo Condé

CRICIÚMA

Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Marcel Scalese e Helder; Dudu Vieira, Arilson e Dudu Figueiredo (Jessé); Silvinho, Marcão e Maranhão (Fellipe Mateus). Técnico: Paulo Baier

Arbitragem: Jonathan Antero Silva (RO); Auxiliares: Paulo César Silva Faria e Gislan Antonio Garcia da Silva (ambos de MT)

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.