19.2 C
Criciúma
quarta-feira, julho 17, 2024

Descaso com a Genésio Mazon preocupa empresários

Excesso de buracos e o mato alto prejudicam o tráfego na SC-445, uma das mais importantes rodovias da região para escoamento da produção industrial. Entre 2023 e maio deste ano foram registrados 65 acidentes no trecho

Urussanga/Morro da Fumaça
Edson Padoin
cidades@tnsul.com

A Rodovia Genésio Mazon, a SC-445, que conecta os municípios de Urussanga a Morro da Fumaça e Sangão até a BR-101, figura como uma via vital para o escoamento da produção industrial e agrícola da região Sul catarinense. No entanto, enfrenta sérios desafios há anos, que comprometem tanto a segurança quanto a eficiência do tráfego local.

Atualmente, a SC-445 apresenta diversos problemas que vão desde buracos na pista até o crescimento descontrolado de vegetação que tapa placas e impede um acostamento seguro. O estado deteriorado da rodovia não apenas prejudica o fluxo de veículos, mas também aumenta significativamente o risco de acidentes. Segundo dados da Associação Empresarial de Urussanga (Aciu), entre 2023 e maio deste ano foram registrados 65 acidentes ao longo da rodovia, incluindo dois com vítimas fatais, ressaltando a urgência de intervenções efetivas.

IMPORTÂNCIA

O prefeito de Urussanga, Jair Nandi, destaca a importância estratégica da SC-445 como uma “artéria importante de escoamento de toda a produção” da região. Ele ressalta que a rodovia não apenas facilita o transporte de mercadorias, mas também é crucial para o acesso a diversas indústrias que empregam milhares de pessoas na área.

“A rodovia é uma artéria importante de escoamento de toda a produção de Urussanga, mas também de Orleans, Cocal do Sul, e dos municípios vizinhos que compõem a redondeza. E, além disso, nas suas paralelas nós temos várias empresas, desde o setor de alumínio, cerâmico, metal-mecânico, e isso gera em torno de mais de cinco mil colaboradores diretos e indiretos, o que faz o fluxo aumentar de forma significativa”, salienta.

Termo de Cooperação Técnica

O Governo Municipal de Urussanga tem buscado ativamente uma solução para os problemas da SC-445, incluindo a solicitação de um Termo de Cooperação Técnica. “Na semana passada, o município solicitou ao Governo de Santa Catarina que seja firmado um Termo de Cooperação Técnica com o objetivo de o município ter a autorização para realizar manutenções emergenciais, especialmente limpeza e roçada de acostamento, na SC-108 e SC-445, a fim de melhor o trânsito e dar maior segurança de veículos e pedestres”, completa o prefeito.

MOVIMENTAÇÃO

Já o presidente da Aciu, Gialdino da Luz, reforça que a condição precária da SC-445 resulta em custos operacionais elevados para as empresas locais e representa um perigo constante para os colaboradores que utilizam a rodovia diariamente. A média de quase 3.900 veículos por dia sublinha a necessidade urgente de melhorias estruturais para garantir a segurança e eficiência do tráfego.

“Produtos de exportação e do mercado interno utilizam a rodovia. Além disso, as grandes, médias e pequenas empresas de Urussanga, em sua maioria, estão ao longo desta rodovia. Logo, a perfeita condição de trafegabilidade da mesma, possibilita melhor escoamento da produção, reduzindo custos de operação, além de diminuir riscos para os colaboradores das empresas com acidentes”, explica.

Ações como audiências públicas têm sido realizadas para pressionar pela elaboração de um projeto definitivo de revitalização, abrangendo não apenas a melhoria do leito da rodovia, mas também a construção. “No ano passado tivemos reunião com representantes do Governador para discutir possíveis melhorias na via”, ressalta o presidente.

Leia a matéria completa na edição desta terça-feira, dia 25, do jornal impresso Tribuna de Notícias. Ligue para 48 3478-2900 e garanta sua assinatura.

Últimas