11.8 C
Criciúma
terça-feira, junho 25, 2024

Trabalhadores seguirão mobilizados por direitos

Revogação das reformas Trabalhista e Previdenciária foram lembradas no evento

Criciúma
Paulo Paixão
politica@tnsul.com

Seguir com os direitos, mostrar que a mobilização persiste para que não haja mudanças nas conquistas já adquiridas é o que os sindicatos dos trabalhadores querem mostrar aos governantes do país com alguns atos que vêm sendo realizados.

Para isso, recentemente, entidades de classe estiveram em Brasília para participar da Marcha da Classe Trabalhadora. Um ato que serviu para apresentar uma série de reivindicações ao Governo Federal, Câmara dos Deputados e Senado. Organizado pela CUT, Central Única dos Trabalhadores, o evento teve a participação de representantes de todas as partes do país.

Alguns destes representantes que estavam na quarta-feira, dia 22, em Brasília, fazem parte de entidades de classe do Sul de Santa Catarina. De Criciúma, por exemplo, uma caravana contou com a participação dos seguintes sindicatos: Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Criciúma e Região (Siserp), dos Bancários, Metalúrgicos, Sindicato em Defesa dos Trabalhadores da Saúde da região de Criciúma e Vale do Araranguá (Sindisaúde), Comércio, Alimentação, Químicos, Sintermute (Tubarão), Sintesp, Sindicato dos Mineiros e Sindicato dos Trabalhadores e das trabalhadoras em Educação de Santa Catarina (Sinte) – Regional de Criciúma e Laguna.

Leia a matéria completa na edição desta terça-feira, dia 28, do jornal impresso Tribuna de Notícias. Ligue para 48 3478-2900 e garanta sua assinatura.

Últimas