12 C
Criciúma
segunda-feira, junho 24, 2024

Araranguá: Polícia fiscaliza boates suspeitas de exploração infantojuvenil

Cinco estabelecimentos foram vistoriados, sendo que um deles estava sem o alvará, tendo suas atividades suspensas. 31 pessoas foram abordadas e três veículos averiguados

A Polícia Militar (PM) e o Conselho Tutelar uniram forças e deflagraram a operação “Caminhos Seguros” que visa fiscalizar boates e locais suspeitos de praticarem a exploração sexual infantojuvenil. Os trabalhos foram realizados na noite dessa quinta-feira, dia 16, em Araranguá.

As ações se intensificaram neste mês de maio, dedicado à luta contra a exploração sexual. Cinco estabelecimentos foram vistoriados, sendo que um deles estava sem o alvará, tendo suas atividades suspensas. 31 pessoas foram abordadas e três veículos fiscalizados.

O 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM) esteve atento a possíveis ilegalidades que poderiam envolver crianças e adolescentes, enquanto o Conselho Tutelar acompanhou de perto cada passo da operação.

“Essa ação integrada busca não apenas identificar e punir os responsáveis por atos criminosos, mas também prevenir que novas vítimas sejam envolvidas num ciclo de exploração. Além disso, reforça o compromisso das autoridades locais em proteger os direitos das crianças e adolescentes, promovendo um ambiente seguro e saudável para o seu desenvolvimento” afirmou a PM.

Em um dos estabelecimentos fiscalizados, uma mulher foi abordada, ocasião em que uma porção de maconha foi encontrada em sua posse (2,2 gramas). A suspeita alegou que o entorpecente era para uso pessoal. Dessa maneira, a droga foi apreendida e um termo circunstanciado foi confeccionado, diante do compromisso da autora de comparecer em audiência no Poder Judiciário.

A operação “Caminhos Seguros” é coordenada pela Ministério da Justiça e Segurança Pública, em conjunto com os órgãos de segurança de todo o país, e não se limita apenas a um evento pontual, mas sim a um esforço contínuo para combater e a exploração sexual infantojuvenil.

Últimas