12.5 C
Criciúma
quinta-feira, abril 18, 2024

Siserp alerta: servidores estão ganhando abaixo do salário mínimo

Após encontro, presidente da Casa afirmou que vai oficializar o Município para que seja pago o valor mínimo nacional

Criciúma
Paulo Paixão
politica@tnsul.com

A presidência do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Criciúma e Região (Siserp) esteve ontem na Câmara de Vereadores de Criciúma. Na oportunidade, os sindicalistas foram alertar os vereadores sobre o projeto de reposição salarial, aprovado em 2023 e, que, agora, deixou alguns funcionários públicos ganhando abaixo do salário mínimo vigente no Brasil.

“Eles (vereadores) no ano passado fizeram daquela maneira, aprovaram essa barbaridade. O sindicato não queria negociação para dois anos, queria negociar para um ano só, para esse ano poder negociar novamente. Eles aprovaram numa sessão de sábado de manhã e votaram, e agora os resultados estão aí. Professores não recebendo nem o piso nacional do magistério e os servidores ganhando abaixo do salário mínimo. É esse o resultado”, comentou a vice-presidente do Siserp, Jucélia Vargas.

De acordo com o presidente do Siserp, Reginaldo Bernardo, já houve uma cobrança ao prefeito Clésio Salvaro, que afirmou estar pagando o que foi tratado e aprovado. “Eles têm responsabilidade também nessa situação. Infelizmente, o prefeito voltou a dizer que tinha negociado por dois anos e que a situação ia permanecer como está. Fomos hoje novamente para a Câmara fazer essa cobrança”, salientou Reginaldo.

Leia a matéria completa na edição desta terça-feira, dia 2, do jornal impresso Tribuna de Notícias. Ligue para 48 3478-2900 e garanta sua assinatura.

Últimas