12.5 C
Criciúma
quinta-feira, abril 18, 2024

Clube Atlético Catarinense muda a sede para o município de Criciúma

Equipe disputará o Campeonato Estadual da Segunda Divisão e usará a estrutura do E.C. Próspera

Criciúma
José Adílio
esporte@tnsul.com

O Clube Atlético Catarinense (CAC), que estava sediado em São José, passa agora a sediar seus jogos em Criciúma. O anúncio foi feito através do Instagram do Clube na última semana. Neste primeiro momento, o Atlético irá utilizar o estádio Mário Balsini, do Esporte Clube Próspera, para realizar os treinamentos da equipe Sub-21, que está disputando o Campeonato Catarinense da categoria. “O Atlético Catarinense está buscando uma reestruturação e está fazendo esta parceria com o Próspera, não veio para tomar o lugar do Time da Raça”, explicou o gestor do Atlético Catarinense, Richard Demski.

Richard, que é criciumense, é um dos fundadores do clube no ano de 2020, juntamente com um empresário de São José, onde inicialmente foi a sede. Com o passar dos anos e as dificuldades, o Atlético resolveu mudar a sede para Criciúma. “Ainda estamos resolvendo as documentações, pois tem que ser feito o pedido para a mudança de município”, destaca.

Richard pontua que as pessoas ligadas ao Atlético já começarão nos próximos dias a fazer uma limpeza no estádio Mário Balsini e a fazer a manutenção do gramado para que a equipe já possa começar a trabalhar. “A estrutura do Próspera está boa, precisa apenas de uma boa manutenção e este trabalho já vamos começar a realizar”.

Preparação

Além de estar se preparando juridicamente para o futuro, a direção do Atlético Catarinense já começa a pensar na equipe para as disputas do Campeonato Catarinense da Série B, que tem início marcado para o mês de maio. Segundo o gestor Richard Demski, nas próximas semanas já será contratado o técnico que irá comandar a equipe na competição. Ele relata que neste momento, está em atividade a equipe da categoria do Sub-21, que deverá servir de base para os profissionais. “Vamos ter que fazer mais contratações, mas a princípio iremos valorizar os atletas do Sub-21”, aponta.

Segundo ele, o CAC terá como foco principal a formação de jogadores e irá trabalhar forte com as categorias de base. “Nestes poucos anos de atividade, já colocamos alguns jogadores no cenário nacional”, fala.

Nota no Instagram explica os motivos

Na nota publicada no Instagram, a direção do clube fala das dificuldades que o Atlético enfrentou com a falta de apoio e do sonho que foi de fundar um time de futebol. “O que era apenas um sonho, aos poucos foi se materializando e se tornou real. Pela primeira vez na história, a cidade de São José teve um clube para chamar de seu. Em pouquíssimo tempo, a equipe que iniciou as suas atividades jogando no acanhado campo do Palmeiras do Roçado, se tornou campeã da Série C de Santa Catarina, e duas temporadas depois chegou à elite do futebol catarinense, feito atingido com o vice-campeonato da Série B, perdendo apenas para o poderoso Criciúma na decisão. No ano seguinte, o CAC enfrentou equipes do calibre de Avaí, Figueirense, Chapecoense, Criciúma, Joinville, Brusque e outras mais. A experiência não foi nada positiva, mas serviu de aprendizado. A intenção sempre foi seguir em frente, mas quando se nada contra a maré, por vezes é melhor procurar novos caminhos”, traz um trecho da nota, ao falar da decisão da mudança de sede.

Richard relata que foram feitas muitas promessas e que o sucesso imediato alcançado pelo Atlético não sensibilizou as autoridades e empresários de São José. “Por cerca de quatro anos procuramos todo tipo de parceria. Foram inúmeras visitas ao poder público, as entidades privadas, muitas promessas, tapinhas nas costas, fotos nas boas horas, e na prática nenhum apoio real. Nesses três anos de caminhada, precisamos locar campos para treinar nas vizinhas cidades de Palhoça e Florianópolis, por não conseguir nada em São José, nem mesmo com os clubes amadores”.

Parceria

Por fim, a publicação feita nas mídias sociais fala da decisão da mudança para o Sul do Estado e da parceria com o Próspera. “Agora, sufocados por parcerias que não tiveram o efeito esperado, nos encontramos novamente diante de um grande desafio: reposicionar o clube no cenário estadual, honrar o nosso nome e buscar um novo caminho de sucesso. Diante do que se apresenta, informamos que em breve, o Atlético Catarinense passará por uma ampla reformulação administrativa, com uma nova gestão, formada por pessoas que já estiveram com o CAC nos seus primeiros passos e na formatação do projeto que se apresentou vencedor em seu início. Nossa parceria com o clube do bairro Próspera, de Criciúma, e com amigos daquela região, nos incentivaram a seguir para o Sul Maravilha. Os novos tempos e principalmente os novos rumos, ainda estão sendo alinhados”.

Leia mais matérias completas na edição desta quarta-feira, dia 21, do jornal impresso Tribuna de Notícias. Ligue para 48 3478-2900 e garanta sua assinatura.

Últimas