30.1 C
Criciúma
domingo, junho 23, 2024

Só a vitória interessa ao Tigre no Majestoso

Diante do Sampaio Corrêa, Criciúma precisa dos três pontos para seguir vivo no sonho do acesso para a Série A de 2024. Promessa é de grande público, mesmo com previsão de mau tempo, no sábado

Tiago Monte

Criciúma

Uma partida com cara de final. Assim será o desafio do Tricolor Carvoeiro, no sábado, a partir das 15h30, diante do Sampaio Corrêa, no Majestoso. Só os três pontos interessam ao Tigre para seguir na briga por uma das quatro vagas na Série A de 2024.

Com 54 pontos na tabela, o Criciúma precisa de, ao menos, 10 pontos para ter chance de subir. O estudo é do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Desta forma, o elenco carvoeiro conta com o triunfo na partida de sábado, porém, a Bolívia Querida tem um histórico recente de muitos empates, o que pode complicar a missão do Tigre. “A gente não pode perder pontos para o Sampaio, que é um time, nessa temporada, que tem conquistado e atrapalhado a vida de muita gente, fora de casa. O Sampaio tem 15 empates na competição: é o time que mais empata nessa Série B. Nos últimos cinco jogos, foram quatro empates, então, eles vêm aqui para pontuar. Só que, para nós, não é só pontuar. Nós precisamos vencer! Então só os três pontos nos interessam, mas a gente sabe que não vai ser fácil”, comenta o volante Léo Costa, que, apesar de reserva, é um dos líderes do elenco.

Caso vença, o Criciúma pode, inclusive, voltar ao G4 da Série B ao final da rodada. Para isso, basta conquistar os três pontos e torcer para que Juventude e Guarani não vençam Vitória e Botafogo-SP, respectivamente.

A derrota, em casa, diante da Chapecoense, na partida mais recente disputada no Majestoso, liga o sinal de alerta para os jogadores do Criciúma. “A gente se preparou bem para o jogo da Chape também, né? Mas, a gente sabe que, as vezes, o futebol é uma incógnita. Não tem como. A gente venceu o líder (Vitória) e daí a gente vem para um jogo diante da Chape, em casa, um time que está na zona de abaixamento e não consegue vencer. Então, a gente tem que usar isso como exemplo e como fator que não pode ser repetido”, destaca Léo Costa.

Muitas incógnitas no time que começa o jogo

Após a vitória diante do CRB, o técnico Cláudio Tencati faz mistério para a escalação do time. No treino de quarta-feira, o último com portões abertos para a imprensa, ele posicionou o time, inicialmente, com Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Matheus Mancini e Marcelo Hermes; Barreto, Arilson, Fellipe Mateus e Marquinhos Gabriel; Fabinho e Éder. O zagueiro Wallison Maia está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e é a única baixa no elenco carvoeiro. Os demais jogadores estão todos à disposição.

Ainda na quarta-feira, em um momento mais avançado do treino, Tencati repetiu a formação que deu certo em Maceió com Claudinho mais avançado, em substituição a Marquinhos Gabriel, e Jonathan na lateral. Além disso, Rayan entrou no lugar de Matheus Mancini e Felipe Vizeu entrou na vaga de Éder. A escalação ficou com Gustavo; Jonathan, Rodrigo, Rayan e Marcelo Hermes; Barreto, Arilson, Fellipe Mateus e Claudinho; Fabinho e Felipe Vizeu. O atacante Hygor ainda sente um desconforto, em função de uma pancada sofrida diante do CRB, e pode não atuar. A confirmação do time sairá apenas uma hora antes da partida.

Mentalidade vencedora no elenco carvoeiro

Para Léo Costa, a fase vencedora está de volta ao Criciúma em função da mudança de mentalidade, que iniciou em 2021. “O Criciúma mudou de patamar, nos últimos anos, porque mudou a mentalidade. Aqui tem jogadores com mentalidade vencedora e é isso que vai acontecer. Quando você tem pessoas com mentalidade vencedora num lugar, num ambiente, aquele ambiente tende a ser um vencedor”, explica.

O jogador destaca que a melhor mensagem que um líder pode passar é o exemplo. “Eu tento demonstrar não só com palavras, e, sim, com atitudes, com ações. Então, é trabalho duro, é mostrar que você, estando jogando ou não, tem que trabalhar da mesma forma. Então, eu acredito que acaba influenciando positivamente com os meus companheiros”, comenta.

Campeonato Brasileiro – Série B – 34ª Rodada

Sábado (28/10) – 15h30 – estádio Heriberto Hülse, em Criciúma

CRICIÚMA

Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Rayan (Matheus Mancini) e Marcelo Hermes; Barreto, Arilson, Fellipe Mateus e Marquinhos Gabriel (Jonathan ou Hygor); Fabinho e Éder. Técnico: Cláudio Tencati

SAMPAIO CORRÊA

Luiz Daniel; Lucas Mota (Matheus Pivô), Gustavo Henrique, Ícaro e Pará; Claudinei, Robinho, Neto Paraíba (Riquelmo) Vitinho e Ferreira; Ytalo. Técnico: Fernando Marchiori

Arbitragem: Bruno Mota Correia; Auxiliares: Michael Correia e Daniel de Oliveira Alves Pereira (trio do RJ). VAR: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ); AVAR: Sidmar dos Santos Meurer (PR) e Cláudio José de Oliveira Soares (RJ)

Últimas