22.1 C
Criciúma
segunda-feira, dezembro 11, 2023

Volta a chover forte e volume deve chegar a 70 milímetros na região

Devido ao solo ainda encharcado, problemas pontuais podem ocorrer. Serra do Rio do Rastro segue fechada

Criciúma
Alexandra Cavaler
cidades@tnsul.com

Após apenas um dia de trégua, quando o sol voltou a brilhar em vários municípios da região, a chuva volta nesta quarta-feira, após o meio-dia, de acordo com a previsão feita pelo climatologista Márcio Sônego. Segundo ele, pela manhã o clima será bom, com sol e temperatura mínima de 15ºC e máxima de até 28ºC.


“Nesta quarta-feira o tempo até começa bem, com sol logo cedo e temperatura variando entre 15ºC e 28ºC. Logo depois do almoço, chove, com pancada mais forte no final da tarde. Já a quinta-feira começa com 17ºC e vai ao máximo a 19ºC. Vento sul, tempo nublado e chuva. No feriado, dia 12, especialmente madrugada até antes do meio-dia, à tarde, ainda chove fraco; e sexta-feira o tempo será nublado, com 13ºC de mínima, 17ºC de máxima”, contou Sônego.


O climatologista ainda revela que no sábado o tempo será razoavelmente bom, com abertura de sol em alguns momentos, mas o domingo será nublado com possibilidade de pancada leve de chuva leve logo cedo. O dia começa com 15ºC e chega ao máximo a 27ºC. “Esta chuva de quarta à tarde e à noite e na quinta-feira tem um volume significativo. A previsão é de chegar a 70 milímetros na região, o que é bastante por razão das chuvas dos últimos dias e o solo ainda estar bastante alagado, ou seja, ainda podemos ter alguns problemas devido ao modelo apresentado para amanhã e quinta”.

Serra do Rio do Rastro segue interditada

Até esta terça-feira, 89 municípios emitiram decretos de situação de emergência e 135 registraram ocorrências em virtude das chuvas registradas desde o dia quatro de outubro. São ocorrências de alagamentos, deslizamentos e granizo que atingiram residências, estradas e centros urbanos em diversas regiões do Estado.

Foto: Defesa Civil do Estado de SC


A Regional Sul, além de outros problemas, tem a interdição na Serra do Rio do Rastro. Segundo Ademir Honorato, coordenador da Regional Sul de Infraestrutura, a região serrana foi sobrevoada com o objetivo de identificar pontos de risco. “Junto do coordenador da Defesa Civil Regional, Rosinei da Silveira, fomos à serra, acompanhados de engenheiros, para fazer averiguações. Fizemos um sobrevoo, mas não conseguimos verificar o ponto onde desabou a barreira de New Jersey. Nos demais pontos, não tinha nenhum problema. Assim, estamos nos preparando com guincho e uma escavadeira grande, para fazer a segurança e puxar as duas peças de concreto, no de New Jersey, que somam juntas, mais de 13 toneladas”, explicou.


Honorato também revelou que a partir do momento em que as peças forem retiradas e, conforme as condições climáticas dos próximos dias, pode ser que a rodovia seja liberada. “Isso ainda não é certo. Além disso, sobrevoamos a Serra do Corvo Branco, onde não houve maiores problemas. Foram coisas pequenas, mas temos no local uma equipe que está lá 24 horas, com caminhão e máquina para qualquer reparo. Também estamos providenciando material para ser colocado na rodovia para melhorar o ir e vir das pessoas. Ainda assim, pedimos que todos tomem muito cuidado mesmo com a Serra do Corvo Branco aberta para veículos pequenos”.

Leia mais matérias completas na edição deste feriado do jornal impresso Tribuna de Notícias. Ligue para 48 3478-2900 e garanta sua assinatura.

Últimas