11.4 C
Criciúma
terça-feira, junho 25, 2024

SC registra 67 municípios em situação de emergência após pico das chuvas

Além disso, o Estado também registrou mais de 130 municípios com ocorrências em virtude das chuvas fortes

Santa Catarina registra, até o momento, 132 municípios com ocorrências em virtude das chuvas fortes que atingem o estado desde a última semana. A informação está no relatório da Defesa Civil, atualizado por volta das 11h desta segunda-feira, 9. O balanço mostra ainda que 67 municípios decretaram situação de emergência. Permanecem confirmadas duas mortes no estado, em decorrência das cheias, uma em Rio do Oeste e a outra em Palmeira.

O Governo do Estado distribuiu 39.552 itens de assistência humanitária e todas as equipes do Governo do Estado permanecem a campo, em todas as regiões afetadas, em atendimento à população, por meio das equipes municipais da Defesa Civil, com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Assistência Social e demais estruturas do Governo do Estado além de estruturas federais como a Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Polícia Rodoviária Federal, que informou pontos de interdição em rodovias de Santa Catarina, na manhã desta segunda.

Apesar da melhora no tempo nesta segunda-feira, 9, as operações da Defesa Civil seguem mobilizadas por conta do indicativo de mais chuva para o estado a partir da metade dessa semana. Permanece alto o risco de alagamentos e deslizamentos por conta dos volumes já registrados.

Situação de emergência

Até o momento, segunda a Defesa Civil de Santa Catarina, 67 municípios decretaram situação de emergência no estado, em decorrência das chuvas. São eles:

Corpo de Bombeiros atende gestante em trabalho de parto

Entre os atendimentos realizados pelo Corpo de Bombeiros Militar nesta segunda-feira, 9, está o de uma gestante em trabalho de parto. A equipe da aeronave Arcanjo 01, do Batalhão de Operações Aéreas do CBMSC, que está na região do Alto Vale, transportou uma gestante de 26 anos na cidade de Rio do Campo.

A mulher, com 38 semanas de gestação, apresentava hipertensão, pré-eclâmpsia e estava em trabalho de parto. Ela foi transportada de helicóptero do município de Rio do Campo para Rio do Sul.

As 15 equipes especializadas em atendimentos de ocorrências extremas do CBMSC, que atuam quando a capacidade de atendimento das equipes locais é extrapolada foram empregadas em regiões mais afetadas.

A região do Alto Vale é a que recebe mais reforços, com as FTs 15, 02, 05, 14 e 10. Além do helicóptero Arcanjo 03.

Nas primeiras horas da madrugada desta segunda-feira, já foram deslocadas para Taió: mais uma equipe da FT 05, além da FT 09 e mais uma equipe da 02. Chegam ao Alto Vale ainda hoje mais duas equipes da FT 11 e uma equipe da FT 06. A maior parte dos chamados se dá na retirada de pessoas ilhadas.

Rodovias estaduais

Dados da Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina às 10h55 desta segunda-feira, 9.

Confira a situação das rodovias estaduais em SC afetadas pelas chuvas, até o momento:

Ponte Hercílio Luz – Florianópolis – LIBERADA para veículos leves

SC-418 – Serra Dona Francisca – LIBERADA

SC-390 – Serra do Rio do Rastro – INTERDITADA

SC-A470A, Mirim Doce
Ponte de acesso ao município caiu – KM 3,6 – INTERDITADA

CASAN trabalha nos sistemas de abastecimento comprometidos pelas chuvas

Nesta segunda-feira (9), alguns municípios ainda registram abastecimento comprometido no Vale do Itajaí, no Norte e no Oeste.

O Vale do Itajaí foi a região mais afetada, com pelo menos dois municípios sem abastecimento nesta manhã. São eles Petrolândia, que teve obstrução na captação causada pela chuva, e Atalanta, que apresentou falta de energia no poço de captação. Em Ibirama, o sistema está mantido de forma parcial devido a problemas na adutora de água bruta. Na cidade de Taió a agência da CASAN foi inundada no centro da cidade, mas as equipes atuam para manter a normalidade no sistema hídrico.

Na região Norte, o sistema de Timbó Grande está em recuperação após desabastecimento durante o fim de semana. Já no Oeste, Concórdia está com captação parada no rio Suruvi, fazendo com que as áreas mais altas e distantes do município possam ficar sem água ao longo do dia.

Em todas as cidades afetadas a Companhia orienta uso racional da água, com prioridade a atividades de alimentação e higiene.

Imagem: Acervo CASAN
Operação das Barragens

Dia 09/10/2023 Leitura: 09hrs – Fonte: Régua ANA -Níveis CIDADES

  • Barragem Sul (Ituporanga/SC )
    Montante: 33,12 m IBGE: 403,12m
    Jusante: 5,00 m
    Lâmina vertedouro 2,12 m
    Comportas abertas: 0
    Comportas fechadas: 5
    Canal extravasor: Fechado.
    Lâmina d’água C.E.: 0,0 cm
    Tempo: Bom.
    Pluviometria: 0,0 mm
    Reservatório: 122,07%
  • Barragem Oeste (Taió/SC)
    Montante: 25,46 m IBGE: 364,46 m
    Jusante: m
    Lâmina vertedouro: 2,16 m
    Comportas Abertas: 1
    Comportas fechadas: 6
    Canal extravasor: Fechado.
    Lâmina d’água C.E.: 0,0cm
    Tempo: Bom.
    Pluviometria: 0,0 mm
    Reservatório: 120,64%
  • *Barragem Norte (José Boiteux/SC) 08hs
    Montante: 35,90 m – IBGE: 291,90 m
    Comportas abertas: 0
    Comportas fechadas: 2
    Tempo: Nublado.
    Pluviometria: 0,0 mm
    Reservatório: 60,09%
  • Nível dos rios: CIDADES – Referente às 08hrs.
    Taió: (Sdc local 09 hrs) 12,33 m
    Rio do Oeste: ( hrs) m
    Ituporanga:(08hrs) 4,19 m
    Ituporanga: (sdc local 08hrs) 3,10 m
    Rio do Sul (08hrs) 10,71 m
    Rio do Sul: (Sdc local 09hrs) 10,84 m
    Blumenau:10,13 m (08 hrs)

*Via Governo do Estado de Santa Catarina

Últimas