14.7 C
Criciúma
terça-feira, maio 28, 2024

Brasil tem 13,2 milhões de microempreendedores individuais

Duas de cada três empresas do país são MEIs, diz IBGE; apuração se refere a 2021, e os destaques são atividades do setor de beleza

O Brasil tinha 13,2 milhões de MEIs (microempreendedores individuais) em 2021, segundo levantamento realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) com base no estudo inédito “Demografia das empresas e estatísticas de empreendedorismo”, divulgado nesta quarta-feira, dia 4. Isso significa que duas de cada três empresas do país são MEIs, ou seja, 69,7% do total de empresas e outras organizações.

Também corresponde a 19,2% do total de ocupados formais, já incluindo os que trabalham como MEIs. Foi registrada alta na comparação com 2019, quando o país tinha 9,6 milhões de microempreendedores individuais, ou 64,7% do total de empresas e outras organizações e 15,2% do total de ocupados formais.

Considera-se total de ocupados formais a soma do número de MEIs, seus empregados e o pessoal ocupado do Cempre (Cadastro Central de Empresas), do IBGE.

Ainda na comparação entre os dados de 2021 e 2019, verificou-se que o número de MEIs empregadores ainda não retomou o patamar pré-pandemia de Covid-19. Em 2019, havia 146,3 mil MEIs com empregados, enquanto em 2021 o quantitativo diminuiu para 104,9 mil.

Como foi feito pela primeira vez, esse levantamento é classificado como estatística experimental, e utilizou como fontes diferentes registros administrativos. “Os MEIs têm ganhado cada vez mais espaço no mercado de trabalho formal do país, mostrando uma crescente evolução. A maior parte deles está concentrada na região Sudeste”, explica Thiego Ferreira, analista da pesquisa.

*Via R7

Últimas