24.2 C
Criciúma
terça-feira, julho 23, 2024

PM realiza cerco, prende criminoso e evita furto em empresa de Içara

Prontamente, foi dada a ordem de abordagem ao suspeito. No entanto, ele desobedeceu e tentou fugir para dentro do prédio

Um criminoso tentou realizar um furto em uma empresa de Içara, mas acabou preso pela Polícia Militar (PM) na noite deste último domingo, dia 10. O autor tentou fugir e dificultar o trabalho da guarnição, porém, não obteve êxito. Durante a denúncia, em rápida resposta, os militares se descolaram para garantir a segurança e evitar prejuízos.

De imediato, os policiais já notaram sinais de invasão. Pedras colocadas sobre o medidor de energia elétrica, indicava uma tentativa de escalada até o segundo andar do galpão. A guarnição iniciou uma verificação no térreo, porém, não havia nenhuma alteração. Contudo, ainda era possível escutar ruídos da parte superior, o que aumentava a chance de alguém presente no local.

Durante a investigação, um homem foi encontrado no segundo andar do galpão. Prontamente, foi dada a ordem de abordagem ao suspeito. No entanto, ele desobedeceu e tentou fugir para dentro do prédio.

Segundo a PM, a área era grande, sendo necessário apoio para a realização de um cerco no local. Outras equipes foram acionadas para garantir que ninguém conseguisse escapar da localidade, enquanto o autor era localizado e detido.

A estratégia foi aplicada, e o criminoso, ao notar que estava cercado, tentou se evadir por uma lateral do galpão, mas foi surpreendido pelos militares. Diante da resistência, foi necessário o uso da força moderada para contê-lo e efetuar sua prisão em flagrante. Ele foi conduzido até a Central de Flagrantes de Criciúma, onde serão tomadas as medidas cabíveis.

“Essa ação exemplar da Polícia Militar de Içara demonstra o comprometimento e a prontidão dos agentes em proteger a comunidade e combater a criminalidade. A rápida resposta e o trabalho em equipe resultaram na interrupção do furto e na prisão do suspeito, garantindo a segurança da empresa e dos cidadãos locais”, exalta a corporação.

Últimas