18 C
Criciúma
terça-feira, abril 23, 2024

Comércio catarinense volta a crescer em junho

O secretário da indústria, do comércio e do serviço, Silvio Dreveck, relembra que parte desse crescimento se dá por conta do dia dos namorados, mas também devido ao poder aquisitivo da população catarinense, ou seja, a taxa de ocupação e permanência no mercado de trabalho.

O volume de vendas do comércio catarinense avançou 0,5% em junho, após queda de 2,8% em maio. Os dados são de relatório da Fecomércio SC com base na Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE, que também traz dados de outros segmentos do comércio. O volume de vendas do varejo restrito teve uma alta de 3% no acumulado do ano, assim como o volume de vendas do comércio varejista, de 4,1%.

O secretário da indústria, do comércio e do serviço, Silvio Dreveck, relembra que parte desse crescimento se dá por conta do dia dos namorados, mas também devido ao poder aquisitivo da população catarinense, ou seja, a taxa de ocupação e permanência no mercado de trabalho. “O crescimento consistente e contínuo das vendas do comércio é um importante indicador que demonstra o aquecimento econômico no Estado” destaca.

Destaques do comércio catarinense

Entre os segmentos que apresentaram desempenho favorável em volume de vendas, o destaque continua sendo o Atacarejo, cuja expansão foi de 26,3% em junho. O ramo ainda sustenta a maior variação da receita nominal, 29,5%.

Também apresentou desempenho positivo na variação dos dois indicadores o ramo de Artigos farmacêuticos, médicos ortopédicos, de perfumaria e cosméticos, cujas vendas cresceram 3,2% e as receitas 12,8%.

Últimas