26.5 C
Criciúma
quarta-feira, fevereiro 28, 2024

Destroços de Boeing 777 desaparecido teriam sido encontrados

Avião da Malaysia Airlines pode ter sido finalmente encontrado após quase uma década de buscas

Um relatório independente divulgou os dados intrigantes sobre os destroços do voo MH370, conduzido pelo Boeing 777-200, matrícula 9M-MRO da Malaysia Airlines, há três anos.

O engenheiro aeronáutico, Richard Godfrey, responsável pelo documento, identificou as peças anteriormente confundidas com detritos marinhos como parte do trem de pouso dianteiro da aeronave. O achado dessas peças se deu graças ao esforço de um caçador de destroços.

Há três anos atrás, partes semelhantes foram encontradas no mesmo local. O estudo do engenheiro aponta comparações de densidade e espessura do material encontrado com outras peças.

Novos destroços do Boeing 777

Segundo o relatório, este é o segundo item de destroços relacionado às portas da roda do trem de pouso dianteiro que foi encontrado no mesmo local na praia de Antsiraka, Madagascar.

O item tem fortes semelhanças com os destroços encontrados na casa de um pescador chamado Tataly, na Península de Antsirak, em Madagascar, em 17 de novembro de 2022. O Painel Quebrado foi encontrado na mesma praia no mesmo período.

Em 8 de março de 2014, o voo MH370, operado pelo Boeing 777-200 de matrícula 9M-MRO – partiu de Kuala Lumpur (KUL), na Malásia, para Pequim (PEK), na China, com 239 pessoas a bordo.

Contudo, pouco mais de 35 minutos após a decolagem, a aeronave sumiu dos radares. Apesar do grande aparato montado para a realização de buscas, apenas pouquíssimos vestígios foram encontrados.

*Via ND+

Últimas