28.8 C
Criciúma
quarta-feira, fevereiro 28, 2024

Sinéad O’Connor enviou mensagens ‘de desespero e tristeza’ antes de morrer

Na última semana, a artista foi encontrada morta na casa onde morava, em Londres, no Reino Unido

A cantora irlandesa Sinéad O’Connor foi encontrada morta na última semana, na casa onde morava, em Londres, no Reino Unido. Grande amigo da artista, o músico Bob Geldof fez uma homenagem a ela durante um show no último fim de semana. Ele contou que os dois estavam conversando e que recebeu mensagens “carregadas de desespero e tristeza”.

Sinéad morreu um ano e meio após perder o filho de 17 anos. Segundo o jornal britânico Metro, Bob, que também perdeu uma filha e a ex-mulher de uma maneira trágica, contou que entrou em contato com a amiga e que os dois conversaram algumas semanas antes de a cantora morrer.

“Não há opção, como todos nós sabemos, a não ser seguir em frente. Muitas, muitas vezes, Sinéad ficava cheia de uma terrível solidão e de um terrível desespero”, contou o compositor durante a homenagem.

“Ela era uma grande amiga minha. Nós estávamos conversando havia algumas semanas. Algumas das mensagens dela eram carregadas de desespero e tristeza, outras eram extasiadamente felizes. Ela era assim”, completou Geldof.

Na última semana, a polícia do Reino Unido declarou que não considera a morte de Sinéad O’Connor suspeita, mas não revelou a causa. A cantora era diagnosticada com bipolaridade e enfrentava problemas de saúde mental nos últimos tempos.

*Via Portal R7

Últimas