24.2 C
Criciúma
terça-feira, julho 23, 2024

Sem descanso, Tigre pega o Mirassol no interior paulista

Tiago Monte

Mirassol/SP

A maratona de jogos do Tigre segue, neste domingo, a partir das 15h30, diante do Mirassol, no interior paulista. Com 17 pontos conquistados – em 24 disputados – o Criciúma está na terceira colocação da tabela e acima do planejado pela diretoria e comissão técnica. “Estamos até com uma gordura, dentro do planejamento. Não imaginávamos tantas equipes brigando pelo bloco da frente e isso está ocorrendo. A gente até imaginava um pouco menos de equipes, mas algumas começaram a ganhar e surpreender. O Vila Nova tem sido essa grande surpresa. Era uma equipe que, lá no início, não era a que estava dando cartas, mas, daqui a pouco, passou a ser. Outras diminuíram e outras cresceram. Então, a gente já sabia disso”, comenta o técnico Cláudio Tencati.

O comandante carvoeiro ressalta o objetivo principal do time: atingir os 45 pontos na tabela. Depois, brigar e buscar o acesso. Entretanto, não há pressão no elenco com cobranças por resultados imediatos. “Esse é o objetivo do Criciúma e está muito claro. Se nós sonhamos com o acesso, temos que estar próximos sempre. Ou dentro ou próximos. Nunca distante. O Criciúma está fazendo uma campanha boa. Regular. Não há necessidade de pressão. Temos tirado isso do elenco”, diz.

Tencati usa a larga experiência na Série B do Brasileiro para ressaltar que a competição é longa e com muitas variáveis no decorrer. “Ninguém perde acesso com oito rodadas e ninguém sobe. Estou muito lúcido, em relação a isso, junto aos jogadores. Devemos continuar assim, porque pode atrapalhar, se pensarmos diferente. Algumas equipes já se atrapalharam, como o Guarani, porque fica com a pressão de ter que subir e estar no G-4. Isso não podemos ter aqui. Pressão externa, ok. Mas, aqui dentro, não!”, pontua.

Últimas