PM salva bebê engasgada em Capivari de Baixo

A delegada foi orientada por telefone a fazer a manobra heimlich para desengasgo

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Um bebê de um mês que se engasgou com muco, foi salvo por policiais militares da Radiopatrulha de Capivari de Baixo na tarde desta quinta-feira, 6, no bairro Alvorada, em Capivari de Baixo.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Segundo a mãe da criança, quando percebeu que a filha havia se engasgado, ligou para o 190. Ela foi orientada por telefone a fazer a manobra heimlich para desengasgo, mas não conseguiu sozinha.

“Estava desesperada. A viatura chegou muito rápido, e aí eu entreguei meu filho na mão da policial, ele já estava desmaiado, desacordado. Ela fez o procedimento e trouxe meu filho de volta, foi onde ele chorou”, contou a mãe.

A Cabo karina, agiu rápido. “A mãe me deu a criança nos meus braços já desfalecida, fiz a manobra, efetuei alguns tapinhas nas costas da criança e ela chorou. Depois fiquei monitorando até a chegada do Corpo de Bombeiros para prestar a assistência necessária.

A mãe agradeceu a Cabo Karina e ao Soldado Fernandes pela agilidade no atendimento, e por salvarem seu filho, ambos foram encaminhados para o Hospital Nossa Senhora da Conceição em Tubarão.

O que fazer nestes casos?

Segundo a PM, as ocorrências envolvendo crianças engasgadas são comuns e é importante que os pais ou responsáveis aprendam a fazer o procedimento para uma eventual urgência.

“Quem passar por esse tipo de situação primeiramente manter a calma e tentar colocar a criança de bruços sobre o antebraço, com o braço levemente abaixado, com a cabeça da criança apontada para baixo levemente. E dar alguns tapas nas costas da criança de maneira que auxilie no desengasgo dela”.

É importante entrar em contato com as equipes de socorro o mais rápido possível. Para esse tipo de atendimento, a população pode ligar para o 190 da PM ou também para o 193 do Corpo de Bombeiros.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.