Criciúma: novo quartel dos bombeiros ficará pronto em três anos

A empresa Engetom Construção Civil foi a vencedora do processo de licitação

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Maíra Rabassa
Criciúma

Serão quase três anos para a construção de mais de três mil metros quadrados do novo quartel do Corpo de Bombeiros de Criciúma. E quem ficará responsável pela obra será a empresa Engetom Construção Civil, que foi a vencedora do processo de licitação ocorrido na última sexta-feira, 1º. O investimento será de mais de R$ 11,3 milhões e a instituição continuará localizada na Rua Dolário dos Santos. A construtora terá 1.080 dias para a conclusão da obra e a data para o início dos trabalhos deve ser definida ainda essa semana, quando será assinada a ordem de serviço.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

A atual estrutura será demolida e um novo local está sendo analisado para a realização das operações da entidade. “Nós estamos analisando alguns locais, levando em conta o tempo resposta nas ocorrências e fácil acesso ao público. Temos alguns dias ainda até a assinatura da ordem de serviço e a definição”, completa o tenente-coronel Henrique Silveira, comandante do 4º Batalhão de Bombeiros Militar.

Recursos
Dos recursos necessários para a construção do novo batalhão, 50% será destinado pelo Governo de Santa Catarina, 25% virão das próprias arrecadações do 4º BBM e os outros 25% de alienações da Prefeitura de Criciúma. “Vamos ver se até quarta-feira (dia 6) já tenhamos a ordem de serviço assinada. E dentro de dez a 15 dias eles já iniciam as obras”, afirma a prefeita em exercício de Criciúma, Roseli De Lucca Pizzolo.

Atualmente, o batalhão possui 1,6 mil metros quadrados e com o projeto, lançado no fim de 2021, vai buscar melhorar os espaços e contemplar toda a estrutura necessária para viaturas, equipamentos e efetivo. “É uma conquista para nossa sociedade, mas agora é momento de agradecer ao Governo de Santa Catarina, à Prefeitura de Criciúma, ao Comando-Geral do Corpo de Bombeiros, mas, especialmente, aos nossos bombeiros militares que estavam envolvidos no processo e aguardavam ansiosos”, conclui o comandante.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.