Tigre tem desafio na Serra Gaúcha

Diante do Juventude, Tricolor Carvoeiro faz o terceiro teste, antes da estreia na Série B do Brasileiro. Outro jogo-treino está agendado para o dia 9


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O terceiro teste do Criciúma, antes da estreia na Série B do Brasileirão, acontecerá neste sábado, a partir das 15h30min, diante do Juventude, no CT do adversário – em Caxias do Sul. Até agora, o Tricolor Carvoeiro empatou com o Athlético-PR por 1 a 1, fora de casa, e perdeu para o São José por 2 a 1, no Majestoso, na quarta-feira.

Será mais uma oportunidade para o técnico Cláudio Tencati dar ritmo de jogo ao elenco e ajustar o time para a partida contra o Londrina, no dia 14, às 20 horas, no Majestoso. “A equipe tem que estar leve, solta para jogar, como foi em jogos anteriores. Isso tem o fator emocional. Temos que quebrar essa resistência. Várias dificuldades são pela falta de timing em competir”, destaca o comandante.

Tencati acredita que o time está sofrendo um pouco por ansiedade. Inclusive, ele pontua uma situação que aconteceu contra o time gaúcho. “A gente treina finalizações, mas a conclusão em gol faltou precisão. Eu percebi, inclusive, um pouco de ansiedade. Precisamos adquirir rápido o timing de jogo. Por isso é importante o jogo deste sábado e vai ser o da semana que vem. Isso é fundamental. O Londrina não virá bonzinho aqui. É jogo de alto nível”, ressalta.

Novo desafio acontecerá no dia 9

Com o adiamento da estreia na Série B do Brasileiro, o Tigre fará um novo jogo-treino. O desafio está marcado para o sábado, dia 9, às 16 horas, no Majestoso. O adversário ainda será definido. “Isso é para trazer, novamente, o ambiente de casa, porque vamos estrear em casa, para quebrar o gelo, desengessar a equipe e começar ‘a mil por hora’. Vamos procurar fazer esse processo”, pontua Tencati.

O treinador não garante que o sistema com 4-4-2 será mantido para a estreia. “Isso é variável. Nós estamos com um padrão de 4-4-2 e é possível de ter um meia mais central. O (Marcos) Serrato ficou mais no losango. Podemos ter uma opção, com ganhos de atacantes, que sirvam com o propósito de jogo mais vertical, mais rápido, mais envolvente da gente realizar isso. O que nos deu referência para essa manutenção de equipe contra Goiás, Athlético e agora foi a performance que a equipe teve nesses jogos. Se a gente avaliar, o time teve perfomance. Não ganhou, mas jogou bem e estava se organizando. Estamos prontos para encaixar”, diz.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.