Criciúma: Tênis de mesa em alta na região

Equipe da S.R. Mampituba/FME Criciúma conquistou cinco medalhas no primeiro TMB Platinum / Campeonato Brasileiro Interclubes


- PUBLICIDADE -

Criciúma

A equipe de tênis de mesa da S.R. Mampituba/FME Criciúma conquistou cinco medalhas no 1º TMB Platinum/Campeonato Brasileiro Interclubes (CBI) que se encerrou no Rio de Janeiro (RJ). A competição é organizada pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM). “Foi um bom resultado conquistar essas cinco medalhas no primeiro evento nacional da temporada. Agora é seguir trabalhando para melhorar o resultado nas próximas etapas do Brasileiro”, destaca o técnico da equipe, Alexandre Ghizi.

- PUBLICIDADE -

A equipe que participou do Brasileiro foi composta por cinco atletas, sendo que Narita Goulart foi a técnica da delegação e, também, competiu no olímpico. Ela conquistou a medalha de prata na categoria Lady feminino. “Ela iniciou muito bem, passou em primeiro lugar no seu grupo. Teve uma semifinal duríssima, mas conseguiu fechar pelo placar de 3 a 2. Já na final não conseguiu superar sua adversária e perdeu”, explica Ghizi.

Já no paralímpico, Gabriel Oliveira Antunes conquistou o ouro na classe 10. Em uma final eletrizante, Gabriel venceu no tie break o experiente paratleta Claudio Massad de São Paulo. “Foi uma excelente conquista para Gabriel e para nossa equipe”, destaca Ghizi.

Além de Gabriel, no paralímpico, conquistaram medalhas Jean Carlo Padilha na classe 3 e Alexandre Ank na classe 4, ambos ficaram com a prata e Leonardo Arnold Corrêa que ficou com o bronze na classe 6. A Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma é parceira da equipe de rendimento de tênis de mesa do Mampituba, que é integrante do projeto de formação de atletas que o clube mantém por meio de convênio, através de editais, com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.