Competição de Robôs marca encerramento de curso em Urussanga

Duas turmas se formaram em robótica, após aulas promovidas pela Abadeus em parceria com o Governo Municipal

Fotos: Ana Paula Nesi

- PUBLICIDADE -

Alunos de várias escolas urussanguenses, tiveram a chance de aprender gratuitamente, um pouco mais sobre robótica. O curso, começado no início do ano em uma parceria entre a Abadeus e o Governo Municipal de Urussanga, através da Assistência Social, chegou ao fim nesta terça-feira, 27. Cerca de 25 alunos, divididos em turma matutina e vespertina, receberam o certificado de conclusão, além de participarem de uma competição de Robô Sumô.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Gabriel Alves André, que ministrou as aulas para a turma, também é técnico em mecatrônica, e explica que o Sumô de robôs, consiste em um enfrentamento de dois robôs que tentam se empurrar para fora de uma arena circular. “O objetivo do desafio é só a questão de exposição, mas junto com ele já tem dois motores para fazer movimento, tem sensor ultrassônico para poder identificar o outro robô, tem o sensor de cor para não sair do tatame. O objetivo desse robô específico é mostrar, fazer uma competição, tornar o ambiente mais criativo e mais competitivo”, afirma o professor.

Segundo Gabriel, a bagagem de quatro horas semanais de curso, deu aos estudantes conhecimento o suficiente para desenvolverem os próprios robôs. “O objetivo do curso foi proporcionar aos alunos que eles consigam o primeiro contato com a robótica e entendam os conceitos. Claro que não vão sair daqui trabalhando e exercendo uma função, e nem devem, mas ao conhecer as aplicações por trás de o que é um motor, como é um programa motor de forma simples, o que é um sensor, o que é um microcontrolador, eles já puderam utilizar essas informações, essas lógicas para conseguir criar e desenvolver um robô que faz algumas funções”, garante.

Leonardo Casagrande Rosso, de 15 anos, lidera a equipe DEC, vencedora da competição da turma matutina, e falou sobre o sentimento de vencer a disputa. “Não é uma vitória, é uma forma de se divertir e aprender. O objetivo é a aprendizagem. Vim com amigos meus e conheci novas pessoas. É um curso que ensina bastante”, declarou.

Para a Secretária Municipal da Assistência Social, Izolete Duarte Vieira, cursos como este são super importantes, pois tiram as crianças das ruas, das telas, e proporcionam um momento de convívio com outras crianças e adolescentes. “Eles permitem que as crianças possam conhecer algo novo, que é a robótica. A aula de robótica não é oferecida em qualquer lugar, e com o avanço da tecnologia, ter essa experiência se torna muito importante para eles, inclusive para inserção no mercado de trabalho futuro”, completa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.