Empreendimento que liga SC a malha elétrica nacional é concluído

Com 435 quilômetros de extensão, empreendimento de transmissão de energia recebeu investimento total de R$ 1,28 bilhão e gerou 4 mil empregos


- PUBLICIDADE -

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico brasileiro, acaba de energizar o segundo trecho do Lote 21 do Leilão Aneel n.º 005/2016, em Santa Catarina, com seis meses de antecipação frente ao calendário regulatório. Com a conclusão desta etapa, a integração do empreendimento ao Sistema Interligado Nacional proporcionará uma Receita Anual Permitida de R$ 208 milhões, resultando em receita antecipada total de R$ 143,1 milhões.

O segundo trecho do Lote 21 consiste na entrega de duas linhas de transmissão. Uma delas, com 525kV e 250 quilômetros de extensão, interliga Santa Catarina à malha elétrica mais importante do setor elétrico brasileiro. A outra, com 230kV e tamanho de 6 quilômetros, conecta uma subestação já existente à nova subestação Siderópolis 2, previamente inaugurada pela EDP, proporcionando maior capacidade de suprimento de energia e confiabilidade elétrica ao estado de Santa Catarina.

- PUBLICIDADE -

Em junho, a EDP já havia concluído, com 14 meses de antecipação, o primeiro trecho do empreendimento, que intercepta as cidades de Biguaçu, Siderópolis e Forquilhinha. O bloco é constituído pela subestação Siderópolis 2, com capacidade de transformação de 672 MW, e por um conjunto de linhas de transmissão que totalizam 180 quilômetros.

No total, o lote 21 inclui 435 quilômetros de linhas, 925 torres e uma subestação e percorre 28 municípios catarinenses. Sua construção recebeu investimento de R$ 1,28 bilhão e gerou 4 mil empregos, contribuindo também com o desenvolvimento econômico e social desta região.

“Com a conclusão de um dos principais lotes de nosso portfólio de transmissão, podemos nos dedicar a novos projetos no segmento e seguiremos atentos às oportunidades, tanto no mercado primário, via leilões, quanto no secundário, sempre com a proposta de cristalizar valor para os nossos acionistas por meio da entrega de nossas obras sempre no prazo e rigorosamente dentro do orçamento”, afirma João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil.

“É com muita satisfação que entregamos esse importante empreendimento de infraestrutura energética ao povo de Santa Catarina. Esta obra reforçará o suprimento de energia na região, impulsionando ainda mais seu desenvolvimento e fomentando a expansão das atividades produtivas”, diz Luiz Otavio Henriques, vice-presidente de Geração e Redes da EDP.

O Lote 21 é uma parceria entre EDP e a Celesc, na proporção de 90% EDP e 10% Celesc. A sociedade entre as empresas, que constituiu a concessionária EDP Transmissão Aliança SC, arrematou o empreendimento no Leilão de Concessão do Serviço Público de Transmissão de Energia Elétrica nº 05/16, realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) em abril de 2017.

Investimentos em Transmissão

A EDP já investiu R$ 4,4 bilhões em obras e projetos de Transmissão nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Maranhão e Espírito Santo, Acre e Rondônia.

Em outubro, a Companhia adquiriu a Celg Transmissão S.A (Celg-T) em leilão realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A nova empresa do Grupo, rebatizada de EDP Goiás, possui em seu portfólio 756 quilômetros de redes de transmissão e 14 subestações que percorrem predominantemente o estado de Goiás.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.