28.8 C
Criciúma
quinta-feira, fevereiro 29, 2024

Bebê achado em sacola e atirado no mato havia nascido com vida em SC

Foram divulgadas nesta terça-feira, 05, novas informações sobre o caso do bebê que foi achado dentro de uma sacola em Rio do Oeste, no mês de junho. Na tarde desta segunda-feira, 04, a Polícia Civil cumpriu o mandado de prisão preventiva expedido contra a mãe da criança pelo possível homicídio do recém-nascido.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Segundo informações da própria Polícia Civil, a perícia realizada no corpo da criança concluiu que o bebê nasceu com vida. Além disso, o exame necroscópico traz como causa da morte hipotermia e parada cardiorrespiratória.

A perícia não conseguiu confirmar, no entanto, a idade gestacional do bebê. A polícia segue investigando o caso e deve ouvir testemunhas para apurar todas as circunstâncias do caso.

Durante a prisão a mulher foi questionada sobre o caso, mas permaneceu em silêncio durante o interrogatório. Caso seja haja indícios de que a mãe do bebê teve a intenção de matar o recém-nascido e ocultar seu corpo, ela responderá pelos crimes de ocultação de cadáver e homicídio doloso.

Se for condenada, a mulher pode pegar pena que ultrapassa os 30 anos de prisão.

Relembre o caso

No dia 24 de junho a suspeita deu entrada no Hospital Regional Alto Vale, em Rio do Sul, com a placenta em mãos e afirmando que havia perdido o bebê.

Após conversas com a equipe médica e também com a polícia, a mulher informou que colocou o corpo do recém-nascido em um saco e o atirou em uma região de mata, próxima à residência onde mora, na cidade de Rio do Oeste.

A polícia se deslocou até o local e, após buscas, encontrou a sacola com o bebê. A investigada foi autuada em flagrante pelo crime de ocultação de cadáver, mas liberada logo em seguida, após realizar o pagamento de fiança.

Foto: Divulgação/PCSC/ND

*Via ND+

Últimas