18.9 C
Criciúma
sábado, junho 15, 2024

Quase 3,4 mil empregos são adicionados na Amrec no primeiro trimestre

Divulgados nesta quinta-feira, 28, pelo Ministério do Trabalho e Emprego, os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) mostram que quase 3,4 mil empregos formais foram adicionados na Região Carbonífera no primeiro trimestre deste ano. Considerando os 12 municípios que compõem a Amrec, houve a abertura de 3.397 novas vagas de trabalho com carteira assinada entre janeiro e março.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

“Esse desempenho demonstra que o mercado de trabalho formalizado continua aquecido, uma tendência que vem desde o segundo semestre de 2020. Em fevereiro, já haviam sido criados mais de 1,5 mil postos de trabalho com registro em carteira na região e em março se chegou perto disso novamente”, celebra o presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Valcir José Zanette.

Com o acréscimo de 2.236 vagas, o setor de serviços liderou a geração de empregos formais no período, alcançando quase o dobro do segundo colocado, a indústria, que adicionou 1.133. A seguir, vem a construção, com 289, enquanto o comércio e a agropecuária registram saldo negativo, de -210 e -51, respectivamente.

Municípios

Entre os municípios, a liderança continua com Criciúma, que acrescentou 2.128 novos postos de trabalho formais no primeiro trimestre, aumento de 19,89% na comparação com as 1.775 vagas adicionadas no mesmo período do ano passado.

O segundo melhor desempenho pertence a Forquilhinha, com 330 empregos acrescentados entre janeiro e março. Mas todos os municípios apresentam saldo positivo no acumulado do ano, à exceção de Urussanga, que fechou 83 postos de trabalho formal no período.

Março

Na soma, os 12 municípios geraram 1.469 novos empregos formais em março, o segundo melhor desempenho do ano. Na comparação com o mesmo mês de 2021, o crescimento foi de 10,53%, já que no ano passado a Região Carbonífera obteve saldo positivo de 1.329.

Com os números de março, a região tem agora estoque de 144.430 empregos formais, para uma população estimada de 446.902 habitantes, o que representa 32,32% dos moradores trabalhando com registro em carteira. No país, esse índice fica em 19,36%, enquanto nos três estados do Sul é de 25,70%, com destaque para Santa Catarina, que alcança 31,70%.

Últimas