Quinta fase da Operação Et Pater Filium é deflagrada nesta quarta-feira

Estão sendo cumpridos um mandado de prisão preventiva e três de busca e apreensão na cidade de Bela Vista do Toldo, no Planalto Norte catarinense

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Na manhã desta quarta-feira, 25, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) deu início à quinta fase da Operação Et Pater Filium. Estão sendo cumpridos um mandado de prisão preventiva e três de busca e apreensão, todos requeridos pela Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos do MPSC e expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, em razão da conexão desta nova etapa com as demais fases da investigação.

As apurações decorrem da atuação da Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos do MPSC, por intermédio do Grupo Especial Anticorrupção (GEAC) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com auxílio operacional a Divisão de Investigação Criminal da Polícia Civil de Canoinhas.

- PUBLICIDADE -

As diligências estão sendo realizadas na cidade de Bela Vista do Toldo, no Planalto Norte catarinense, e envolvem a participação de sete policiais, militares e civis, integrantes do GAECO e dois policiais da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas.

Para possibilitar a efetividade das medidas de investigação, esta fase do processo tramita, por ora, em segredo de justiça.

Via MPSC

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.