Rafael Matos: tem que elevar o nível do debate

Confira a coluna completa no Jornal Tribuna de Notícias

- PUBLICIDADE -

O pré-candidato a presidente pelo PSDB, o governador de São Paulo, João Dória, avalia que a disputa eleitoral de 2022 será uma das mais sujas e hostis da história do Brasil. A análise foi feita no fim de semana durante a sua passagem por Santa Catarina onde participou do “Encontros do PSDB pelo Brasil”, evento de mobilização pelas prévias tucanas, que definirá, em novembro, o candidato do partido a Presidente da República em 2022.

“Entendo que vai ser assim porque os extremistas não dialogam, eles brigam. E nós teremos dois extremistas disputando a sucessão presidencial. Lula (PT) na extrema esquerda e Jair Bolsonaro (sem partido) na extrema direita. Não medirão esforços para fazer uma campanha vil, suja, fake, de agressões. Não será uma campanha para principiantes. Será uma campanha dura”, afirmou o paulista.

- PUBLICIDADE -

Infelizmente, a previsão de Dória, vem se materializando a cada dia. Qualquer palavra escrita e pronunciada contra ou a favor de um dos presidenciáveis causa reações incompatíveis com qualquer possibilidade de debater ideias. É um cenário muito ruim e desesperançoso.

A matéria completa você lê na edição do Jornal Tribuna de Notícias desta segunda-feira

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.