MDB define data das prévias ao governo do Estado nesta segunda-feira

Dário Berger, Celso Maldaner e Antídio Lunelli estão no páreo

Fonte: Rede Catarinense de Notícias
- PUBLICIDADE -

Está marcada para esta segunda-feira (23) uma reunião do diretório estadual do MDB para definição da data de votação às prévias da sigla ao candidato ao governo do Estado em 2022. Concorrem no pleito o senador Dário Berger, o deputado federal e presidente do partido Celso Maldaner, e o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli.

A reunião serve principalmente para dirimir o desentendimento sobre a escolha da data. Enquanto Lunelli e Maldaner querem realizar a escolha ainda em 2021, Berger prefere deixar para o início do ano que vem.

- PUBLICIDADE -

A preferência por postergar a escolha tem origem na bancada estadual da Assembleia Legislativa de SC (Alesc), que pretende manter a governabilidade do governador Carlos Moisés da Silva por mais tempo. Berger diz que não teria como ir contra a decisão da bancada, que tem muitos parlamentares e está unida.

Por outro lado, Maldaner teme que falte tempo para composições caso a escolha fique para 2022. O principal objetivo é decidir sobre a data das prévias. Vamos reunir todo o diretório, que é soberano, onde vai sair a data definitiva. A proposta minha e do Antídio é para este ano e tem outra ala que prefere ano que vem. Nós entendemos que tem que definir esse ano porque o prazo é muito curto. Tem que ter tempo para articulação, tem que articular com a sociedade para viabilizar a candidatura”, disse o presidente da sigla no Estado.

Além da data, também será definida uma composição de nomes que vão compor um comitê eleitoral para a votação das prévias e comissões para planejar as chapas de candidaturas a deputados estaduais e federais.

Como preside o partido, Maldaner já anunciou que deixará o cargo para participar das prévias. Segundo ele, a saída deve ocorrer cerca de 45 dias antes da votação interna do partido.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.