Trilho da Saúde da Unesc faz o Dia das Crianças mais feliz

Crianças se divertiram na ação da universidade no bairro Tereza Cristina


- PUBLICIDADE -

Andréia é uma jovem mãe de cinco filhos. Ela levava o caçula Eliel no colo, tinha à volta o pequeno Endriu e em casa, aguardando, Indiara, Endrieli e Endrieu. “Eu não tinha presente algum para dar a eles”, conta, enquanto aguardava na fila do projeto Trilho da Saúde, da Residência Multiprofissional da Unesc, que levou alegria ao Bairro Tereza Cristina, em Criciúma, na manhã desta terça-feira (12). “Ficamos muito felizes por sermos lembrados. É um Dia das Crianças muito especial para os meus filhos e todos que vieram aqui”, comemora Andréia.

Ela e cerca de 200 pessoas passaram pelo espaço cedido por uma moradora para, na região dos trilhos, servir de ponto de encontro do projeto de extensão da Unesc, que acontece desde março em uma das áreas mais vulneráveis de Criciúma. “Essa aqui é uma região central, pela qual muitas vezes passamos reto. Resolvemos olhar para cá, apoiando essas famílias em situação vulnerável e cumprindo o papel da nossa Universidade comunitária”, aponta a professora Lisiane Tuon, que coordena o projeto.

- PUBLICIDADE -

Semanalmente, o Trilho da Saúde vai à região. “E não poderíamos faltar no Dia das Crianças”, observa Lisiane. A professora aponta o nível de carência do Tereza Cristina como um fator determinante para o projeto. “E queremos ampliar”, conta. O terreno utilizado para essa e outras ações está disponível para que uma sede seja construída. Há uma pequena edícula onde é possível promover reuniões. “Queremos construir uma sede e continuar com as ações de saúde, socialização e a economia solidária”, frisa, lembrando que o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico da Unesc é parceiro.

A festa do Dia das Crianças do Trilho da Saúde fez também a alegria de Vinícius Sebastião, 5 anos. Ele foi um dos muitos que pintou o rosto em uma das brincadeiras promovidas pela equipe do projeto, comeu doces e brincou bastante. “Ele é muito independente”, conta a mãe Rafaela Sebastião, orgulhosa. É que Vinícius é cadeirante, mas nem isso o impediu de usufruir da alegria dos demais. “O Vini tem uma vida normal, é bastante ativo, sobe nas coisas, vai para a escola desde cedo”, comenta a mãe. Ela acredita que projetos como o Trilho da Saúde contribuem bastante para abrir novas perspectivas. “E aqui as nossas crianças se sentem acolhidas e bem cuidadas”, aponta. Rafaela é mais um caso de mãe que não teria presente para dar ao seu filho se não fosse a ação levada pela Unesc ao bairro. “Ajudou até no nosso orçamento, vai sobrar um pouquinho mais para a comida”, destaca.

Especial para pais e filhos, diferenciado para professores e estudantes, o Trilho da Saúde oferece um espaço amplo de aprendizado e exercício da cidadania. “Sem dúvida. A infância é primordial, e vivenciar essas dificuldades aqui, de perto, nos dá informação para ajudar no combate às vulnerabilidades”, explica a psicóloga Joseane Nazário, que integra a residência em saúde mental associada ao projeto, e que se fantasiou para fazer a pintura facial das crianças durante a festa. “Faz 13 anos que trabalho nessa área de assistência social. Hoje temos um trabalho no combate ao abuso sexual infantil e para fortalecer as redes de apoio das nossas crianças. Esse projeto é decisivo nesse sentido”, completa.

O pessoal da quinta fase do curso de Enfermagem da Unesc preparou, com apoio de acadêmicos de Nutrição, um kit saudável que foi distribuído aos pais durante o evento. Tratava-se de uma bandeja com maçãs, laranjas, bananas e tangerinas. Junto, um folheto com orientações sobre alimentação balanceada e alertas sobre os riscos da obesidade.

A festa contou com distribuição de brinquedos, espaço de lazer para as crianças e lanches. O empresário Éder Alberto, da empresa Bike Point, foi um dos apoiadores. “Organizamos um pedal solidário no Parque das Nações e arrecadamos mais de 100 brinquedos e entregamos aqui para o projeto. É muito bom ver o resultado de ações como essa da Unesc”, elogia. “Além desse, tivemos outros vários apoios, internos e externos da Unesc, que colaboraram para fazer esse dia tão festivo”, finaliza a professora Lisiane.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.