SC: Secretaria da Saúde faz alerta após confirmações da variante Delta

A cepa é considerada uma das mais perigosas e foi classificada como 'variante de atenção' pela Organização Mundial da Saúde

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom
- PUBLICIDADE -

Em nota enviada aos municípios de Santa Catarina nesta semana, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC) faz um alerta após os primeiros casos de contaminação interna da variante Delta do Coronavírus. A cepa é considerada uma das mais perigosas e foi classificada como ‘variante de atenção’ pela Organização Mundial da Saúde.

Os casos confirmados de infecção sem registros de viagens ao exterior envolveram dois homens, um de Joinville e outro de Balneário Piçarras.

- PUBLICIDADE -

No documento, a Dive pede que as prefeituras reforcem a necessidade de imunização contra a Covid-19, principalmente o retorno à segunda dose. Em Santa Catarina, mais de 140 mil pessoas não voltaram para a segunda aplicação, segundo a própria pasta.

“Essa ação é de fundamental importância, considerando que o Estado identificou os primeiros casos autóctones da variante Delta. Assim, com o objetivo de garantir a prevenção de casos graves, hospitalizações e mortes, são necessárias elevadas coberturas vacinais”, diz o texto.

A SES sugere que os municípios realizem campanhas pela imunização e, se necessário, busca ativa por aqueles que não retornaram para a dose 2.

“Devem ser reforçadas as estratégias e a comunicação de risco para que a população não postergue e nem busque escolher o fabricante da vacina, pois todas as vacinas protegem contra as formas graves da doença. Apenas com o esquema vacinal concluído a imunização tem o seu efeito e as pessoas estarão protegidas”, acrescenta a nota.

Via Rede Catarinense de Noticias 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.