Criciúma: equipamentos sociais estarão à disposição durante onda de frio

Defesa Civil irá centralizar chamados e eventuais ocorrências por meio dos números 199, (48) 3437-5342 e 9-9162-9006, e buscar soluções em parceria com a Secretaria de Assistência Social

Foto: Arquivo/Decom

- PUBLICIDADE -

O Governo de Criciúma, por meio da Secretaria de Assistência Social e Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), está reforçando a disponibilização dos equipamentos sociais existentes no Município, para atendimento à população durante a onda de frio intenso, prevista pelos meteorologistas para chegar esta semana à região. Entre esta terça-feira (27) e o próximo sábado (31), todos os chamados em relação ao atendimento de ocorrências relacionadas ao frio, serão monitorados pela Defesa Civil, que colocou três contatos à disposição: 199, (48) 3437-5342 e 9 9162-9006.

Além dos trabalhos feitos periodicamente pelos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) com as pessoas em vulnerabilidade social cadastradas, o Município ainda dispõe do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) e Casa de Passagem.

“Temperaturas extremamente baixas estão sendo esperadas e é importante que as pessoas se protejam em suas casas ou procurem abrigo. Estaremos monitorando e buscando soluções para cada caso”, destacou o diretor da Compdec, Fred Gomes. De acordo com o secretário de Assistência Social e Habitação, Bruno Ferreira, “os equipamentos destinados para os moradores em situação de rua estão sempre disponíveis e as ações contra o frio são constantes. Especificamente para esta onda que se aproxima, estamos reforçando a disponibilidade deles para quem necessitar”, afirmou o secretário.

- PUBLICIDADE -

O Centro Pop está localizado na rua Martinho Lutero, 179/325, e a Casa de Passagem na rua Giácomo Sônego, 415, ambos no bairro Pinheirinho.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.