Triatleta de Cocal do Sul busca apoio para disputar mundial no Havaí

Gabriel Eufrásio, de 19 anos, foi classificado para o mundial do XTERRA; inscrição custa R$ 3.294,86

Foto: Reprodução/Instagram

- PUBLICIDADE -

Gabriel da Silva Eufrásio, de 19 anos, tem o sonho de viver do esporte, sua paixão. Ele é triatleta, morador de Cocal do Sul e recentemente foi campeão do XTERRA, no Rio de Janeiro. Mas além do primeiro lugar, veio logo em seguida o propósito de encarar o Mundial em 2022, que será no Havaí.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O jovem não tem condições financeiras para pagar a inscrição, que custa 575 dólares, o equivalente a R$ 3.294,86 reais. E o tempo é curto – ele precisa se inscrever até o dia 31 deste mês. Por isso, Gabriel está em busca de ajuda. Para isso, ele está divulgando em suas redes sociais o endereço da chave pix para quem puder apoiá-lo com qualquer tipo de valor. Basta fazer um pix para triatletagabrielsc@gmail.com.

Além da inscrição, o jovem também precisa do apoio financeiro para a viagem, incluindo passagem, visto e custos com alimentação. Além disso, ele também precisa de uma bicicleta. Gabriel mora com a mãe e devido às dificuldades, precisou vender a bike para ajudar nas contas de casa. Atualmente, o triatleta não trabalha para se dedicar 100% ao esporte.

Experiência no Rio de Janeiro

“Viajei mais de 1400km sem ter dinheiro para me hospedar e voltar para casa, sustentado pela vontade de vencer. Estava disposto a dormir na rua, ficar sem comer e mais pelo propósito de me qualificar para o mundial; no caminho ainda tive a péssima surpresa que não poderia levar minha bicicleta. Mas acreditei, mais uma vez acreditei. Vim sem dinheiro, sem bicicleta, mas cheio de esperança e força”, conta.

Gabriel se superou em meio a tantas dificuldades e no caminho, conheceu pessoas que lhe estenderam a mão. “Eu conheci uma pessoa que me hospedou, alimentou, emprestou sua bike e ainda foi lá me fotografar; Eu consegui! Venci! Sou campeão!”, declara.

O triatleta agora conta com a ajuda da população para ajudá-lo a vencer mais um desafio, que será no ano que vem no Havaí.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.