CBF libera público para a Série C

Decisão foi tomada em reunião realizada pela CBF com os participantes da competição e presidentes das federações estaduais

Foto: Arquivo / TN

- PUBLICIDADE -

O Brasileirão Série C 2021 terá presença de torcida nos estádios a partir da Segunda Fase, que começa neste sábado (2). A decisão foi tomada em reunião realizada pela CBF, nesta terça-feira (28), com os participantes da competição e presidentes das federações estaduais envolvidas. A quantidade de torcedores em cada jogo dependerá do percentual autorizado pelas autoridades sanitárias locais. O documento oficial com esta medida será publicado, até o fim desta tarde, pela Diretoria de Competições da CBF (DCO-CBF).

No encontro promovido nesta terça, a CBF também comunicou aos 20 clubes da Série C que fará o aporte de R$ 200 mil a cada agremiação participante da competição como forma de auxílio para o enfrentamento do cenário difícil, ainda latente, da pandemia. O anúncio foi feito pelo Presidente Interino da CBF, Ednaldo Rodrigues. Ele ressaltou que o repasse atende a uma reivindicação dos clubes ao longo do campeonato.

- PUBLICIDADE -

“Estamos sempre em sintonia com a realidade do futebol brasileiro e as necessidades dos nossos clubes e federações. O objetivo é procurar solução para os problemas demandados e dar atenção aos relatos de todos. Esse passo dado hoje é importante na direção da retomada, com presença de público na Segunda Fase e o repasse dessa verba a todos os clubes”, disse Ednaldo.

Além dos presidentes dos clubes e das federações estaduais, participaram da reunião o Secretário-Geral da CBF, Eduardo Zebini; os Vice-Presidentes Antônio Aquino, Castellar Modesto Guimarães Neto, Fernando Sarney, Francisco Novelletto, Gustavo Feijó e Marcus Vicente; o Vice-Presidente Jurídico, Carlos Eugenio Lopes; e os diretores de Competições, Manoel Flores; Financeiro, Gilnei Botrel; Jurídico, Luiz Felipe Santoro; e de Patrimônio, Oswaldo Gentille.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.