Investimento de R$ 1,1 bilhão em subestação e linhas de transmissão

O Consórcio Aliança, integrado pela Celesc e EDP, está concluindo as obras para a entrega do primeiro trecho do Lote 21 de subestação e linhas de transmissão de energia, que interligará as cidades de Biguaçu, Siderópolis e Forquilhinha.

Foto: Divulgação Celesc
- PUBLICIDADE -

A parceria entre Celesc e EDP consolida nova conexão com o Sistema Interligado Nacional, com mais segurança no suprimento de energia para o Estado. Hoje, em visita técnica, autoridades e parceiros conheceram a obra

O Consórcio Aliança, integrado pela Celesc e EDP, está concluindo as obras para a entrega do primeiro trecho do Lote 21 de subestação e linhas de transmissão de energia, que interligará as cidades de Biguaçu, Siderópolis e Forquilhinha. Nesta quinta-feira, 10 de junho, um grupo formado por autoridades e parceiros visitou a obra, que soma investimentos de R$ 1,1 bilhão. O objetivo é reforçar as linhas de alta tensão no estado e criar uma nova conexão com o Sistema Interligado Nacional.

- PUBLICIDADE -

A primeira parte da obra apresentada hoje, Subestação Siderópolis 2 e linhas de transmissão, gerou mais de 4 mil empregos diretos e uma capacidade de transformação que pode atender mais de 1.6 milhão de famílias. A SE Siderópolis 2 tem capacidade de transformação de 672 MW e um conjunto de Linhas de Transmissão que totalizam 180 km.

O Consórcio Aliança arrematou o lote 21 do Leilão de Concessão do Serviço Público de Transmissão de Energia Elétrica nº 05/16, realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), em abril de 2017. O empreendimento completo, considerando etapas 1 e 2, conta com cerca de 435 km de linhas de transmissão (cruzando 28 municípios), a nova Subestação Siderópolis 2 e obras de melhorias em outras 5 subestações.

Com a finalização desta etapa da obra, parte do lote 21 será energizado, integrado ao Sistema Interligado Nacional e consolidará uma nova interligação do Estado de Santa Catarina com o sistema de 525kV, o segmento elétrico mais importante do Sistema Interligado Nacional e reforçará a infraestrutura energética dos municípios beneficiados.

A obra total contempla:

1. Uma nova subestação de 525 e 230 mil Volts em Siderópolis 2 (finalizada)

• Capacidade de transformação de 672 MW.

2. Três linhas de transmissão de energia em 525 mil volts, ligando:

• Abdon Batista – Siderópolis 2, com 261 Km (em construção);

• Biguaçu – Siderópolis 2, com 149 Km (finalizada); e

• Campos Novos – Abdon Batista, com 39 Km (em construção).

3. Mais duas Linhas de transmissão de energia em 230 mil Volts entre:

• Siderópolis 2 – Forquilhinha, com 28 Km (finalizada); e

• Siderópolis 2 – Siderópolis, com 7,5 Km (finalizada).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.