17.3 C
Criciúma
quarta-feira, junho 19, 2024

Corpo de Bombeiros explica sobre fumaça que cobre Araranguá

O Corpo de Bombeiros de Araranguá divulgou uma nota nesta terça-feira, 16, para esclarecer sobre uma fumaça que vem cobrindo a cidade há dois dias. Ela foi registrada na região entre o bairro Coloninha e Lagoa da Serra, a aproximadamente cinco quilômetros de distância do centro da cidade.

De acordo com o Capitão BM Marcolim, a fumaça se trata de um incêndio em turfas, material orgânico resultante da decomposição de vegetação que fica armazenado abaixo da superfície do solo. Por ser altamente combustível, em um incêndio acima do solo, esse material entrou em contato com a fonte de ignição, iniciando seu processo de combustão e gerando essa grande quantidade de fumaça.

“Nós já estivemos no local, monitoramos alguns pontos que ofereciam risco e tomamos as medidas necessárias para que esse risco fosse controlado”, declarou Marcolim em um vídeo publicado nas redes sociais. Ele acrescenta orientando que a população não realize queimadas, tanto de lixo, quanto de vegetação, em locais próximos ou que contenham esse tipo de material.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Confira a nota:

Entenda um pouco sobre a nuvem de fumaça que cobriu a cidade de Araranguá nos últimos dias. Trata-se de um incêndio em turfas.

A turfa é o tipo de material orgânico resultante da decomposição da vegetação que se acumula no solo e pode alcançar vários metros de profundidade. Esse incêndio queima de um a dois metros abaixo do solo.

É muito difícil combater esse tipo de incêndio,  pois existe uma camada de terra por cima. Ou seja, a queima ocorre por baixo, tornando o local de difícil acesso, não sendo possível chegar com o caminhão e realizar o combate direto.

O Corpo de Bombeiros já esteve no local e todos os pontos do incêndio já foram monitorados. Não existe nenhuma residência próxima e nenhum risco em potencial.

Estamos em constante alerta com os riscos a vidas e patrimônio.

A guarnição de serviço, não está no local permanente, pois devido às demandas ordinárias e a outras  diversas ocorrências, prejudicaria a qualidade do atendimento e o tempo resposta.

O Corpo de Bombeiros Militar de Araranguá segue em alerta.

? Em caso de emergência, disque 193.

Últimas