13 junho, 2021

Kanye West volta atrás e apaga postagens sobre Kim Kardashian querer interná-lo a força

Segundo o rapper, atitude da esposa teria sido motivada após o cantor ter revelado que pensou em abortar a primeira filha do casal

Mais Lidas

“Estou despedaçada”, desabafa Maria Lina, noiva de Whindersson

Por meio do Instagram, Maria Lina postou uma homenagem a João Miguel. A noiva de Whindersson Nunes deu à luz ao filho do...

Lore Improta e Léo Santana revelam sexo do bebê em chá on-line

Lorena Improta e Léo Santana anunciaram nesse sábado (22/5) que esperam uma menina. O casal já decidiu o nome...

Morre MC Kevin, aos 23 anos, após cair de varanda de hotel no Rio

Morreu, na noite deste domingo (16/5), o cantor Kevin Nascimento Bueno, conhecido como MC Kevin, aos 23 anos. O músico...

Na madrugada desta terça-feira (21), o nome do rapper Kanye West, de 43 anos, ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter e preocupou fãs e seguidores. O cantor usou sua conta na rede social para pedir ajudar dizendo que a esposa, Kim Kardashian, de 39, e a sogra, Kris Jenner, 64, queriam interná-lo contra sua vontade.

“Kim estava tentando viajar para Wyoming com um médico para me internar como no filme Corra! (2017),  só porque eu chorei para salvar a vida das minhas filhas ontem”, escreveu West.

A atitude da socialite teria sido motivada após o cantor, que lançou sua pré-candidatura à presidência dos Estados Unidos, revelar que pensou em abortar a primeira filha do casal, North West, de sete anos. No discurso, feito neste domingo (19), West caiu em prantos e mostrou que não estava bem.

“Todo mundo sabe que Corra! é sobre mim. Se eu ficar preso que nem Mandela (o ex-presidente africano Nelson Mandela), vocês todos vão entender o porquê”, continuou Kanye West, que logo depois também mencionou a sogra Kris Jenner, dizendo que ela não atendia suas ligações.

West também fez um tuíte dizendo que suas filhas nunca estampariam uma capa da Playboy. Ele e Kim Kardashian são pais de quatro crianças: North, Saint, quatro anos, Chicago, dois, e Psalm, de um ano.

O filme Corra!, citado pelo rapper, conta a história de um jovem negro que é raptado pela família da namorada branca em troca de uma lavagem cerebral.

Após algumas horas, Kanye West apagou os tuítes e anunciou que irá lançar um novo álbum nesta sexta-feira (24).

“Vamos focar em música agora. DONDA será lançado nesta sexta”, escreveu o artista.

A atitude, que logo foi chamada pelos internautas de “surto”, repercutiu na web e dividiu opiniões. Recentemente, o site norte-americano TMZ afirmou que a família do rapper estava muito preocupada, já que ele tem ao menos uma crise de transtorno bipolar por ano. Em 2018, o músico já havia falado que parou de tomar seus remédios para controlar a condição, pois isso “reteria sua criatividade”.

“Sério, gente, não façam piadas com o surto do Kanye West, ele precisa de tratamento e é triste que as pessoas que estão em volta dele não deram isso a ele durante todo esse tempo”, escreveu um internauta que criticou os julgamentos contra o músico.

“Kanye West não está bem psicologicamente, em breve ele terá um surto. Vejamos os próximos capítulos”, sugeriu outro usuário do Twitter.

“Não concordo com muitas atitudes do Kanye e da família Kardashian, mas transformar a saúde mental de um homem negro em piada e escândalo de famosos é desprezível. O negócio é sério”, tuitou outra.