12 C
Criciúma
segunda-feira, junho 24, 2024

Tigre: Tencati reclama da extensa pausa no calendário

Para o treinador, a falta de ritmo de jogo prejudicou um melhor desempenho da equipe

Tiago Monte

Criciúma

Após a partida desta quinta-feira, diante do Bahia, que acabou com a eliminação do Criciúma na Copa do Brasil, o técnico Cláudio Tencati reclamou da longa pausa que o Criciúma teve no calendário, o que tirou o ritmo de jogo e o entrosamento da equipe carvoeira. O retorno se deu exatamente em uma decisão. “Isso atrapalha o foco, a concentração, a objetividade, o ritmo de jogo e mais uma série de coisas. O treinador, às vezes, reclama quando tem muito jogo, mas, quando não tem, também reclama. Por quê? Porque falta ‘timing’. Então, a gente sabia que podíamos ter algum prejuízo a mais. O Bahia mesmo, dentro do Brasileiro, tem três rodadas a mais do que a gente.Três jogos a mais! Mas paciência, ficamos ausentes quase três semanas para jogar um jogo de mata-mata decisivo. É quase que um absurdo, se você pensar em nível de rendimento”, dispara.

Para o treinador, mesmo com o longo tempo de pausa, o time deu a resposta esperada em campo. “Fica a resposta para o torcedor. Para aqueles que estão mais incrédulos ou aqueles que são mais. A equipe enfrentou o adversário que é o melhor colocado, junto com o Athlético Paranense, no Campeonato Brasileiro. Tivemos um bom rendimento, fizemos um jogo aberto, inclusive melhor, em vários momentos, que o próprio Bahia. Isso, as pessoas têm que reconhecer”, destaca Tencati.

De acordo com Tencati, a falta de ritmo de jogo prejudicou um melhor desempenho da equipe. “A dimensão desse período afastado: falta competitividade, têm jogadores que chegaram e aí a gente precisa ter minutagem de trabalho, de jogo, não têm adversários, na região, para você enfrentar, não tem jogo. Você pega outras equipes, que o modelo é diferente, não é o nível que nós vamos ter de enfrentamento. Então, nós sofremos mais nesse período. Então, espero que esse sofrimento diminua e a sequência continue”, destaca.

Últimas