20.8 C
Criciúma
domingo, junho 23, 2024

Ciretran de Criciúma anuncia reforços após reclamações e filas

Novos colaboradores serão contratados e outra unidade será aberta em Forquilhinha para distribuir a demanda e desafogar os atendimentos. Segundo o atual presidente do Detran, Kennedy Nunes, região Sul foi muito prejudicada pela gestão passada

Criciúma
Edson Padoin
politica@tnsul.com

Após diversas reclamações de filas e demora no atendimento, a Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Criciúma receberá reforços para auxiliar nos processos. A informação foi confirmada em coletiva de imprensa realizada ontem na sede da Delegacia Regional de Polícia, pelo delegado regional da Polícia Civil, André Milanese, e o presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Santa Catarina, Kennedy Nunes.

O delegado André Milanese começou explicando a situação da Ciretran, que atende não apenas Criciúma, mas também os municípios de Siderópolis, Treviso, Nova Veneza e Forquilhinha, abrangendo uma população de mais de 300 mil habitantes. Além disso, ele ressaltou que na parte de penalidades e recurso de multas, a Ciretran atende as 12 cidades da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), alcançando quase 600 mil pessoas.

Licitação

Milanese esclareceu que o aumento expressivo no número de atendimentos no início do ano decorreu de um recesso de quatro dias no final do ano, somado ao fluxo normal do começo do ano. Ele mencionou também uma alteração na licitação dos contratados, o que reduziu o número de colaboradores de 25 para 11 em dezembro. Até o momento, foram recontratados sete desses colaboradores, totalizando 18, mas a expectativa é de mais três contratações em breve.

“Até nós recebermos esses três colaboradores que estão sendo prometidos, a gente vai manter os atendimentos até às 17h. Chegando esses três, a gente volta a atender o público até às 18h. Vale destacar que se a pessoa agendar, ela vai ser atendida na hora. Se por acaso, por algum motivo, não quiser agendar, a pessoa também será atendida. Talvez espere um pouco mais, mas não vai ser aquela loucura que foi no início do ano com pessoas esperando na rua. Outra dica é chegar no meio da tarde já que haverá menos pessoas”, destacou o delegado.

Já o presidente do Detran, Kennedy Nunes, anunciou a abertura de um ponto de atendimento em Criciúma, em parceria com um shopping da região, que funcionará antes do meio-dia. Essa medida visa proporcionar maior comodidade aos usuários, evitando que fiquem esperando do lado de fora da Ciretran.

“Nos próximos dias vamos decidir”

Nunes explicou que essa parceria está em negociação e dois shoppings demonstraram interesse. No local escolhido, o Ciretran fornecerá colaboradores e os computadores, enquanto o shopping disponibilizará salas e móveis. Essa iniciativa busca aproveitar a estrutura desses locais para oferecer um atendimento mais confortável e eficiente. “Nós já entramos em contato com alguns shoppings. Então nos próximos dias nós vamos tomar uma decisão. A ideia é fazermos uma parceria público privada como foi lá em Florianópolis em Itaguaçu, que é um atendimento que faz foto, CAV, veículo e CNH. A multa e penalidade continuará sendo feita aqui na delegacia regional de polícia”, salientou.

Outra mudança prevista é que as auto escolas, localizadas em cidades que não possuem agência central, poderão fazer a prova teórica e a foto da CNH na unidade. A iniciativa busca reduzir ainda mais a demanda da delegacia de Criciúma.

Forquilhinha terá uma unidade própria

O presidente afirmou ainda na coletiva que, a partir de fevereiro, será inaugurada uma nova unidade em Forquilhinha, atendendo a uma demanda significativa de quase 30 mil veículos e cerca de 20 mil CNHs.

“Forquilhinha tem quase 30 mil veículos e quase 20 mil CNHs. Esses já não precisarão vir mais a Criciúma, já serão atendidos no próprio município. Assim que houver a ampliação, eu quero fazer uma parceria com o Departamento de Trânsito da cidade e a ideia é levar Nova Veneza a ser atendida lá em Forquilhinha. Só com isso a gente já tira daqui em torno de 60 mil veículos e quase 50 mil CNHs, que vem tudo para Criciúma para ser feito”, enfatizou Nunes.

No final da coletiva, o presidente ainda criticou a gestão anterior e disse que o Sul foi umas das regiões mais afetadas. “A região Sul foi toda prejudicada pela antiga gestão com relação a essa nova licitação que foi feita em 2021. De Braço do Norte até Passo de Torres, houve a diminuição de funcionários em todas as agências e pontos de atendimento do Ciretran. Não sei o que o antigo gestor tinha contra a região”, detalhou.

Expectativa

A expectativa é que, com essas medidas, o atendimento seja otimizado, reduzindo as filas e proporcionando uma experiência mais satisfatória para os usuários da Ciretran de Criciúma. “A mensagem que a gente queria deixar também, para que chegue a população, é que todos serão atendidos. A gente está fazendo o máximo para atender todos com qualidade”, completou Milanese.

Leia mais matérias completas na edição desta terça-feira, dia 16, do jornal impresso Tribuna de Notícias. Ligue para 48 3478-2900 e garanta sua assinatura.

Últimas