Corpo de jovem é encontrado dentro de saco plástico em Palhoça

O caso foi registrado no domingo (22); Delegada destacou que o corpo estava em estado de decomposição

Foto: Divulgação/ND

- PUBLICIDADE -

O corpo de um jovem, que estava desaparecido há cinco dias, foi encontrado domingo (22), dentro de saco plástico boiando em um rio em Palhoça, na Grande Florianópolis. De acordo com informações da PM (Polícia Militar), o corpo da vítima foi encontrado por volta das 11h15, na Guarda do Cubatão.

 > Clique e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A PM informou que uma testemunha que transitava pela rua Santo Anjo da Guarda, viu o corpo no rio e acionou a polícia.

A delegada da Polícia Civil, Patricia Fronza Vieira informou que o corpo estava em decomposição, sendo recolhido com agilidade pelo IML (Instituto Médico Legal).  “Estamos aguardando os laudos da polícia científica, pois o corpo já estava em estado de decomposição”, explicou.

Por conta da situação que se encontrava a vítima, não foi possível verificar se havia marcas de violência, segundo a delegada. Como estava dentro de saco plástico, também não foi possível precisar a quanto tempo o corpo estava no local. Somente após os resultados dos laudos periciais da Polícia Científica que as questões poderão ser respondidas.

Inclusive, como o corpo estava em saco plástico o caso é tratado como homicídio. A delegada informou que a investigação está em andamento e será conduzida pela equipe da DIC de Palhoça (Divisão de Investigação Criminal).

Patrícia destaca que a vítima pode ser um jovem que estava desaparecido há alguns dias. “Ela (vítima) foi identificada como Lucas dos Santos de Andrade, 25 anos.  Mas, ainda aguardamos os laudos, para, inclusive, confirmar a identificação”, explica a delegada.

Segundo a PM, a vítima estava desaparecida desde a terça-feira (17).

*Via ND+

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.