CriBus reforça a importância do recadastro do Criciumacard Estudante

O documento é necessário para ter acesso ao transporte no início das aulas e, quando realizado de forma antecipada, evita filas e problemas no acesso ao ônibus

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Menos de 20% dos estudantes que utilizam o transporte coletivo de Criciúma realizaram o cadastro e recadastro do Criciumacard Estudante. O documento é necessário para ter acesso ao transporte no início das aulas e, quando realizado de forma antecipada, evita filas e problemas no acesso ao ônibus.

 > Clique e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

“Não chegamos a 20% do recadastro, o que significa que os estudantes estão deixando para última hora, como ocorre todos os anos. Vale ressaltar que o Cartão estará disponível somente após o recadastro. Por esse motivo, o quanto antes esse processo for realizado evitará contratempos para utilização no início das aulas. Vale lembrar também              que, pelo aplicativo, pode levar até três dias úteis para validação”, explica o analista administrativo do Consórcio Cribus, Pedro Alexandre. “Para aqueles que irão realizar o cadastro pela primeira vez, é necessário vir presencialmente até o Consórcio CriBus, por isso a importância de não deixar para a última hora. Assim não haverá problemas com filas e aglomerações”, complementa.

Conforme reforçado por Alexandre, os que irão fazer pela primeira vez o cartão Criciumacard, deverão se dirigir até a sede do Consórcio CriBus, localizada na galeria do Terminal Central. Para os estudantes que já possuem o cartão, o processo pode ser feito via aplicativo, baixado no celular.

“Orientamos que o recadastro seja feito on line, evitando filas e aglomerações, através do APP Si.Go, disponível para os sistemas Android e Apple. Após baixar o aplicativo, o estudante irá fazer o seu recadastro, inserindo seus dados do CriciumaCard, anexar a documentação solicitada e aguardar a validação”, explica Alexandre.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.